Médicos e enfermeiros pedem para mudar modelo de tendas usado nos hospitais de Manaus

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Médicos e enfermeiros que estão atuando nas tendas de triagem dos principais hospitais de Manaus estão solicitando à Secretaria de Estado da Saúde que reveja o modelo. Isso porque, além da escala ser mais sacrificante – em média eles estão trabalhando 15 horas no plantão -, eles estão adoecendo em função da necessidade de fechar o ambiente quando chove, o que deixa o interior muito abafado.

“Quando a gente tem que baixar as laterais, ao chover, o ar fica quase irrespirável. Como recebemos muitos pacientes contaminados com a Covid-19, o risco para nós e para os demais cidadãos que estão sendo atendidos aumenta muito. Eles tinham que mudar esse modelo de atendimento”, disse uma médica, que preferiu não se identificar.

Já há profissionais de saúde dessa escala afastados por terem contraído a Covid-19, alguns reinfectados.

As tendas foram instaladas fora dos hospitais, para agilizar a triagem e evitar que o vírus circule a partir da recepção das unidades de saúde.

O blog aguarda a posição da Secretaria de Estado da Saúde.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta