Marcelo Ramos tenta se aproveitar do momento e leva “invertida” de leitora o Facebook

Tão logo veio á tona a “Lista do Fachin”, o ex-deputado Marcelo Ramos partiu para o ataque contra seu alvo preferido: o prefeito de Manaus, Arthur Neto. Só que não contava com a reação dos leitores de seus perfis nas redes sociais. Renata Souza Castro rebateu o comentário dele lembrando, entre outras coisas, que o presidente de seu Partido, Alfredo Nascimento, também está na Lava Jato.

Veja as postagens:

JOSUÉ TEMBÉM

Na mesma data, o companheiro de chapa de Ramos na eleição municipal do ano passado, Josué Neto, investiu contra os “apagões” em Manaus, uma estratégia que o grupo do poder vem adotando para tentar “emparedar” o senador Eduardo Braga, mas também levou uma “invertida” do leitor Rony Portinary. Veja:

Qual Sua Opinião? Comente:

Este post tem um comentário

  1. Rubem Góes

    QUAL É A FUNÇÃO DE UM DEPUTADO FEDERAL?
    Em primeiro lugar, é importante sabermos quais as atribuições dos nossos políticos. A principal função do deputado federal é legislar. Cabe a ele propor, discutir e aprovar leis, que podem alterar até mesmo a Constituição. É também o deputado federal quem aprova ou não as medidas provisórias, propostas pelo presidente.

    Além disso, outro papel do deputado federal é fiscalizar e controlar as ações do Poder Executivo. Para isso, conta com o Tribunal de Contas da União (TCU), órgão responsável por avaliar a aplicação dos recursos públicos. Do mesmo modo, podem solicitar informações a órgãos do governo e aos ministros, que são obrigados a prestar explicações.

    São os deputados federais que aprovam o Orçamento da União. Que é uma lei editada todos os anos pelo Executivo, onde são listadas as receitas e despesas do governo federal.

    Quando existem denúncias ou suspeitas de irregularidade, os deputados podem criar uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), para investigar um tema ou situação específica. São eles também os únicos com poderes para autorizar a instauração de processo de impeachment contra o presidente da República, bem como o vice-presidente .

Deixe uma resposta