Marcelo Ramos deve ser eleito hoje vice-presidente da Câmara Federal

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

O deputado federal amazonense Marcelo Ramos (PL) deve ser eleito hoje, no final da tarde, o novo primeiro vice-presidente da Câmara dos Deputados, em Brasília. Ele é candidato único ao cargo e já recebeu declarações de voto do Centrão, de parlamentares da direita e até da esquerda. Em primeiro mandato, conseguiu um destaque que antes só Bernardo Cabral alcançou, quando foi relator da Constituição Federal, no final dos anos 80.

“A bancada do Partido dos Trabalhadores fechou em torno do nome dele, até porque já existem acordos para escolhas dos cargos, com exceção da Presidência da Câmara, que é bastante disputada. Votarei no Marcelo Ramos devido a esse processo de organização. E como ele é do Amazonas, temos esperanças de que possa influenciar, por meio da Mesa Diretora, uma atenção melhor para nosso estado. Para que tenhamos políticas de investimento na economia, na Zona Franca, na Saúde, etc”, explicou o deputado José Ricardo (PT).

Advogado, Ramos surgiu para a política nos anos 2000, como militante do PC do B, partido pelo qual se elegeu vereador na capital. Migrou depois para o PSB, pelo qual chegou à Assembleia Legislativa. Em 2014, começou a se destacar ao disputar o Governo do Estado, terminando em terceiro lugar e sendo decisivo para a virada de José Melo (PROS) sobre Eduardo Braga (MDB). Dois anos depois chegou ao segundo turno na disputa pela Prefeitura de Manaus, perdendo para Arthur Virgílio Neto (PSDB). Em 2018 elegeu-se deputado federal, sendo o sexto mais votado entre os oito eleitos, com 106.805 votos.

Na Câmara, conseguiu rápida ascensão e foi escolhido ainda no primeiro ano de mandato como presidente da Comissão Especial que analisou a Reforma da Previdência, aprovada mais tarde em plenário.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta