Manaus mudou para melhor

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Em poucos meses encerro o meu terceiro mandato como prefeito de Manaus, dois deles consecutivos. Nesse período as ações em infraestrutura e mobilidade sempre foram prioritárias, costumo dizer que refundamos Manaus, porque a encontramos cheias de gargalos. Posso dizer que muitos foram solucionados com ações constantes de drenagem e dragagem de igarapés, além de recuperarmos milhares e milhares de quilômetros de vias com recapeamento completo, trabalhando a base e devolvendo a trafegabilidade dos principais corredores viários da cidade.

Nunca se asfaltou tanto na história de Manaus. Entreguei dois importantes complexos viários: o 28 de março, na entrada do aeroporto, e mais recentemente o Ministro Roberto Campos, na Constantino Nery. E continuaremos a entregar obras até o último dia do meu governo, como a construção do complexo viário Professora Isabel Victória, na entrada do Manoa, e um novo terminal do transporte coletivo, o T6 – Lago Azul, bem como reconstrução do T1 – Constantino Nery e a reforma do T3 – Cidade Nova, do T4 – Jorge Teixeira e do T5 – São José.

Quero deixar Manaus com um sistema de transporte coletivo equilibrado, por isso, além da Estação São Jorge, outras três novas estações de transferência já estão em construção no eixo Norte-Sul: Arena, Santos Dumont e Parque das Nações. Com tantas obras e com a chegada de 300 novos ônibus nos próximos meses, não tenho dúvida de que entregarei um transporte público muito melhor do que encontrei.

Manaus mudou e me enternece e me orgulha ter a certeza de que mudou para melhor.

Qual Sua Opinião? Comente: