Manaus ganha sua 23ª creche pública, a 18ª construída na atual gestão

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

Como parte da agenda de inaugurações de importantes obras neste fim de ano e de mandato, o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, entregou nesta segunda-feira, 28/12, na comunidade Alfredo Nascimento, bairro Cidade de Deus, zona Norte, a creche municipal Tude Moutinho da Costa, a 23ª da cidade, sendo a 18ª construída na atual gestão. “Que se façam mais creches, porque é a primeira e primordial educação escolar oferecida para uma criança”, argumentou Arthur, ao inaugurar a nova unidade de ensino, que tem capacidade para atender até 200 crianças, de 1 a 3 anos.

Na ocasião, o prefeito alertou, mais uma vez, sobre a diferença na equação entre os recursos federais e municipais destinados à construção e ao custeio de uma creche. “O custeio é muito mais caro que a construção, porque o governo federal banca apenas 10% desse custeio e isso dificulta muito às administrações municipais. É preciso inverter essa equação, é preciso fazer algo que permita a construção de mais creches”, defendeu o prefeito, que esteve acompanhado da presidente do Fundo Manaus Solidária, a primeira-dama Elisabeth Valeiko Ribeiro, e da secretária municipal de Educação, Kátia Schweickardt, além do desembargador Ari Jorge Moutinho da Costa, representando a família do homenageado.

Arthur Neto destacou que em 343 anos de civilização foi construída apenas uma creche na cidade de Manaus – e outras três funcionam com convênio. “E nós vamos finalizar com 24 creches funcionando, ao total, demos um passo gigantesco, porque apesar dessa equação perversa, nós empregamos todo o nosso esforço para dotar a cidade dessas creches, que além de cuidar das crianças, liberta a mãe para buscar suas oportunidades”, reforçou o prefeito de Manaus.

O chefe do Executivo municipal também destacou a vulnerabilidade de crianças que ficam entregues aos cuidados de terceiros. “Eu tinha uma imagem equivocada sobre os abusos cometidos e só depois compreendi que isso acontece por pessoas conhecidas. Então, denunciem os abusos, não se calem”, aconselhou.

Arthur Neto também ressaltou que, durante a pandemia, 30 mil crianças foram atendidas de forma presencial nas escolas, no número máximo de cinco crianças por escola e uma por sala de aula, para o reforço escolar ou porque não tinham computador em casa para assistir às aulas on-line.

A nova creche foi realizada com recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), por meio do Programa Nacional de Reestruturação e Aquisição de Equipamentos para a Rede Escolar Pública de Educação Infantil (Proinfância). A obra apresenta uma metodologia inovadora, ao atender três premissas básicas do processo de implantação e expansão do programa Proinfância: custo da construção, tempo de execução e qualidade da construção.

“Estamos fazendo um trabalho pelo mérito. Pela primeira vez, estamos premiando a educação infantil, não só construindo escolas e creches, mas valorizando a qualidade do ensino”, disse a secretária municipal de Educação. “Estamos fechando essa gestão com produtos muito bons, uma base de aprendizagem muito sólida, e especialmente a educação infantil passou a ter um lugar primordial na estratégia de educação”, destacou Kátia Schweickardt.

A unidade é dividida em bloco de administração – a entrada principal da unidade; bloco de serviços, com entrada independente e localizado junto ao estacionamento; dois blocos pedagógicos; bloco multiuso; pátio coberto e playground. Todas as creches municipais contam com pedagogos e técnicos de enfermagem.

No total, o prédio conta com nove salas de aula, atendendo 11 turmas, sendo maternal 1 e 2 em período integral e o maternal 3 com turmas nos turnos matutino e vespertino. “Essa creche vai fazer um bem muito grande para a comunidade”, disse o líder comunitário José Filomeno, conhecido como “Bebé”. 

Homenagem 

O homenageado Tude Moutinho da Costa nasceu em 3 de outubro de 1944, em Benjamin Constant, Amazonas. Filho de Tude Gomes da Costa e Belmira Moutinho da Costa. Foi funcionário do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra); foi professor no colégio Amazonense Dom Pedro II, o “Estadual”, Centro, zona Sul, e no colégio Sólon de Lucena, Chapada, zona Centro-Sul. O advogado morreu em virtude de uma parada cardíaca, no dia 27 de dezembro de 2019, e deixou 11 filhos, além de netos e uma bisneta.

O desembargador Ari Moutinho, representando a família do homenageado, disse que ficou feliz por um espaço dedicado à educação faça homenagem ao seu irmão. “É um lugar simples e humilde, como era meu irmão, e que tem uma missão, que era a mesma do meu irmão, levar educação às nossas crianças e jovens. Fico muito grato ao prefeito e muito feliz por ver que essa é apenas uma das muitas inaugurações de creche na sua gestão”, disse. “Essa homenagem renova tudo o que é de bom para todos nós”, concluiu.

O prefeito Arthur Neto também destacou o homenageado como uma “figura boa e que só pensava no bem das pessoas”. “Tenho uma lembrança muito forte que, quando cheguei à Prefeitura de Manaus, ele ofereceu toda a sua ajuda para eu construir meu governo, e não era ajuda financeira, mas conselhos, observações sobre os projetos de governo. Ele merece essa homenagem”, complementou.

Foto – Valdo Leão

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta