Manaus chega aos 352 anos recebendo do Brasil o carinho com que sempre recebeu a todos

Manaus viveu neste 2021 um momento muito difícil, no mês de janeiro, quando rodaram o mundo as imagens de pessoas morrendo de Covid-19 por falta de oxigênio. Foi ali que a cidade experimentou uma onda de solidariedade enorme, que uniu os brasileiros. Artistas, empresários e cidadãos comum de mobilizaram para socorrer a cidade, que chega hoje aos 352 anos de existência sentindo-se abraçada por todos aqueles que ela sempre recebeu de braços abertos. Aqui habitam cidadãos vindos de todos os Estados brasileiros, que foram acolhidos como filhos da terra.

A história do município está atrelada à exploração portuguesa dos rios da porção norte do Brasil. Os exploradores portugueses construíram a Fortaleza de São José do Rio Negro, iniciando assim o povoamento da região. O desenvolvimento da cidade culminou na mistura de diferentes povos, como portugueses, africanos e indígenas, que contribuíram de maneira ativa para o cenário cultural da região.

A cidade passou por dois ciclos econômicos distintos: o da borracha, entre os séculos XIX e XX; e o da industrialização, já na segunda metade do século XX. A Zona Franca de Manaus tornou-se o principal motor econômico manauara. Porém, o crescimento econômico resultou na expansão urbana desordenada da cidade.

O município também vivenciou um processo de explosão demográfica em razão da atratividade de grandes levas de migrantes. A sua população atual é de cerca de 2.219.580 habitantes. Vale salientar ainda que a infraestrutura urbana de Manaus apresenta deficiências, principalmente no que toca ao acesso a serviços básicos pela população.

A cidade tem uma densidade demográfica elevada para o padrão dos municípios nortistas brasileiros. A população manauara é caracterizada pela miscigenação, em especial de portugueses e indígenas. Além disso, o município recebeu muitos imigrantes ao longo do século XX, em razão do ciclo econômico da borracha e do processo de industrialização.

O índice de desenvolvimento humano de Manaus é considerado elevado. Porém, a cidade apresenta altas taxas de pobreza. O crescimento desordenado, em termos de população e estrutura urbana, gerou consequências como a violência e a degradação ambiental. Além disso, o município de Manaus apresenta um grande índice de desigualdade social entre a sua população.

O crescimento desordenado da cidade impactou diretamente na sua estrutura. A falta de planejamento urbano culminou na criação de muitas zonas habitacionais de ocupação irregular, que possuem condições precárias de moradia. A cidade está dividida em 7 zonas geográficas, que possuem um total de 63 bairros oficiais.

 

Você sabia que esta é a Bandeira de Manaus?

Bandeira de Manaus

 

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta