Mais de 800 profissionais de saúde não voltaram para tomar segunda dose da Coronavac

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

Para garantir que a imunização contra a Covid-19 seja completada no prazo correto, a Prefeitura de Manaus alerta os trabalhadores de saúde já vacinados com a primeira dose, para que fiquem atentos e não percam o prazo da segunda dose. A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), que coordena a campanha de vacinação na capital, identificou mais de 800 trabalhadores de saúde pendentes com a segunda dose. De acordo com o protocolo definido pelo fabricante da CoronaVac, vacina oferecida a este grupo prioritário, o intervalo entre doses deve ser de até 28 dias.

“A prefeitura montou, até o momento, quatro postos exclusivos para aplicação da segunda dose aos mais de 57 mil trabalhadores de saúde já vacinados com a primeira dose e o apelo é para que esse público verifique quando deve completar o esquema vacinal, a fim de assegurar a imunização contra a Covid-19, que, de acordo com os laboratórios só é assegurado com duas doses”, destaca a secretária municipal de Saúde interina, Aline Rosa Martins.

A aplicação da segunda dose para os trabalhadores de saúde está sendo feita por agendamento eletrônico, por meio do Imuniza Manaus, sistema utilizado pela Semsa para cadastro, agendamento e informações sobre a campanha de vacinação. Ao acessar o endereço imuniza.manaus.am.gov.br, o usuário deve escolher a opção “Segunda Dose” e consultar a data, a hora e o local onde irá receber a vacina. Se preferir, o trabalhador pode mudar o agendamento na opção “Quero alterar local e data”, respeitando o mínimo de 21 dias e o máximo de 28 dias após a primeira dose.

“Agendar o atendimento é uma estratégia para garantir mais comodidade à população, com economia de tempo e mais conforto, e para organizar o volume de acesso aos postos de vacinação, com a distribuição da agenda de acordo com a capacidade e o perfil de cada local”, observa Aline.

Dos 57,6 mil trabalhadores vacinados, 20 mil já receberam a segunda dose, e todos os vacinados com a primeira dose, até o último dia 20, já estão agendados para a segunda. “Basta acessar o sistema e não perder o prazo”, reforça a secretária interina, destacando que Manaus já ultrapassou a meta de vacinar 90% dos trabalhadores de saúde com a primeira dose, sendo necessário manter a adesão à campanha para o cumprimento dos protocolos recomendados.

O sistema realiza o agendamento no período de 21 a 28 dias decorridos da primeira dose. A diretora do Departamento de Vigilância Ambiental e Epidemiológica da Semsa (Devae), enfermeira Marinélia Ferreira, explica que essa é a referência de tempo utilizada pela Semsa para agendar as segundas doses, já que estudos indicam que a efetividade da vacina tende a ser maior quando a segunda dose é administrada no maior intervalo previsto. Este intervalo, para a CoronaVac, é de até quatro semanas, e para a AstraZeneca, de até 12 semanas.

As pessoas com sintomas gripais ou outras doenças na fase aguda não devem receber a vacina e precisam aguardar a plena recuperação da saúde. Para os casos de Covid-19, suspeitos ou confirmados, a recomendação é aguardar 30 dias a contar dos primeiros sintomas.

Os documentos exigidos para o recebimento da segunda dose são RG ou outro documento original com foto, CPF e a carteira de vacinação. Os pontos de atendimento funcionam de segunda a sábado, das 9h às 16h.

Postos de vacinação para a segunda dose:

Zona Norte/Leste

Centro Estadual de Convivência da Família Padre Pedro Vignola

Rua Gandu, 119, Cidade Nova, zona Norte

Zona Centro-Sul / Centro

Escola de Enfermagem da Universidade Federal do Amazonas (Ufam)

Rua Teresina, 495, Adrianópolis, zona Centro-Sul

Hospital Beneficente Português

Avenida Joaquim Nabuco, 1.359, Centro

Zona Oeste

Centro de Convenções de Manaus, o “sambódromo”

Avenida Pedro Teixeira, 2.565, Dom Pedro, zona Oeste.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta