Mais barbárie: adolescente confessa que mordeu e “malinou” de criança sob efeito de entorpecentes

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

criança torturada

Veja a imagem acima. Ela é revoltante, certo? Esta criança, de apenas um ano e quatro meses de idade, foi todo mordido e violentado por um adolescente de 17 anos, que mora com a mãe, de 22 anos, na casa dela, no bairro Mauazinho, zona leste de Manaus. O rapaz estava sob efeito de entorpecentes e disse na Delegacia que praticou o crime porque sentiu vontade de “malinar” com o enteado.

A criança apresentava marcas de mordidas, inclusive no pênis, e dilacerações no ânus. Pode inclusive ter que amputar o órgão sexual.

Em depoimento, a mãe contou que, após sair com o namorado e consumir bebida alcoólica com ele, os dois voltaram para a casa dela, mas ela dormiu e não viu o que aconteceu.

Os dois foram presos. A mãe foi encaminhada para a Cadeia Pública. E o agressor para a Delegacia de Proteção à Criança e Adolescente. Ele foi apresentado à imprensa hoje com um capuz na cabeça.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta