JUSTIÇA PARA QUEM PRECISA

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

11949569_907269616028114_1511912519_n
Semana passada, o Tribunal Regional Eleitoral brindou os amazonenses que ainda acreditam que a justiça foi criada e existe para ser aplicada e, num julgamento memorável, cassou o mandato do governador José Melo cuja campanha eleitoral teve um de seus comitês flagrado pela Polícia Federal em meio a compra descarada de votos com dinheiro público desviado de um contrato mal explicado, celebrado com uma empresa aparentemente de fachada e cuja sócia majoritária se escafedeu do país talvez orientada a fugir pra não ter que explicar o inexplicável.

Temos assistido em meio a tantos julgamentos dessa natureza a utilização de recursos mais parecidos com chicanas a retardar a aplicação das penalidades previstas por meio de uma legislação ainda anacrônica e cheia de brechas entretanto, o veredito até agora alcançado para o caso presente, não deixa a menor margem de dúvidas para os operadores do direito mormente aqueles de formação acadêmica sólida e calcada na fundamentação ética do bom direito que, pelo placar acachapante, restam poucas chances ao governador de reverter o resultado.

Como eleitor e como cidadão folga-me saber que nem sempre os maus e aqueles que apostam em burlar os mecanismos legais eleitorais, saem vitoriosos e zombando da justiça para mais tarde, na próxima eleição, repetir os mesmo mecanismos espúrios para solapar a vontade do eleitor ou para comprar consciências e ganhar um pleito de forma fraudulenta.

Ficaremos de olho nos desdobramentos desse julgamento apostando que a justiça sempre impera sobre os delinquentes e espertalhoes.

Té logo!

Sds Ronaldo Dezy Amazonas

Ronaldo Amazonas, ex-diretor da Fundação Alfredo da Matta, um dos mais polêmicos ativistas da internet. Escreve sobre o que lhe vier à cabeça, sempre com uma pegada forte e opiniões muito próprias.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta