Juiz absolve irmãos Valeiko e José Edvandro Junior no caso do assassinato do engenheiro Flavio

O juiz Celso Souza de Paula,da 1ª Vara do Tribunal do Júri do Tribunal de Justiça do Amazonas, proferiu decisão na última sexta-feira (17), isentando de culpa os irmãos Alejandro Valeiro Molina e Paola Molina Valeiko no caso do assassinato do engenheiro Flavio Rodrigues de Souza e da tentativa de homicídio de Elielton Magno. Também foi absolvido José Edvandro Junior, que estava na casa onde começou a ocorrência, no condomínio Passaredo, em setembro de 2019. Os demais envolvidos serão levados a Júri Popular e responderão pelos crimes.

A defesa de Alejandro recebeu a decisão com naturalidade, “uma vez que, além de confiar na justiça, desde o início das investigações, sempre ficou claro que Alejandro Valeiko nunca teve qualquer envolvimento na morte de Flavio Rodrigues ou na tentativa de homicídio de Elielton Magno”, diz nota distribuída hoje.

“A Júri Popular devem ir apenas os que, em princípio, tiveram envolvimento nos fatos em apuração; e é isto que está ocorrendo. A decisão final caberá aos jurados. Continuaremos acompanhando o processo e confiamos que a decisão seja confirmada pelas instâncias superiores em caso de eventual recurso. A defesa reitera que lamenta a morte do Engenheiro e somos solidários à dor de seus familiares”, acrescenta..

O advogado Átila Machado, que assessora Paola, considerou irretocável sentença proferida pelo juiz. Segundo ele, “há mais de dois anos ela viu-se acusada da prática de um crime, muito embora e, nas palavras do experiente juiz, tenha agido sem ‘saber o que tinha acontecido na casa’, por ‘não saber que tinha havido um crime no local e não existir qualquer tipo de isolamento da localidade’, conforme foi devidamente provado no processo, após a colheita de 37 depoimentos, inclusive de peritos, os quais como bem destacado na sentença, atestaram ter sido ‘possível coletar as amostras de sangue, sem qualquer prejuízo à perícia’”.

Nota do Ministério Público

“O Ministério Público do Amazonas informa à imprensa e ao público em geral que tomou conhecimento pelos meios de imprensa acerca de decisão proferida pelo Excelentíssimo Senhor Juiz de Direito Celso Souza de Paula nos autos da ação penal 0654422-21.2019.8.04.0001 no qual foi absolvida sumariamente Paola Valeiko e impronunciados os réus Alejandro Valeiko e José Edvandro Junior. O Ministério Público esclarece que ainda não foi formalmente intimado da referida decisão e somente após examinar a fundamentação da sentença é que deverá se posicionar oficialmente sobre o caso devendo ingressar com o recurso cabível no prazo legal.”

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta