José Aldo vai ter chance de recuperar o cinturão em luta agendada para o dia 2 de dezembro

Agora é oficial: José Aldo vai disputar novamente o cinturão da categoria dos penas. Após ser nocauteado por Max Holloway em junho deste ano, quando foi destronado do posto de número 1, o brasileiro terá a chance de ‘dar o troco’ no atual campeão noUFC 218, dia 2 de dezembro, em Detroit (EUA). Originalmente, Holloway iria enfrentar Frankie Edgar, mas o ex-campeão dos leves se machucou e foi obrigado a deixar a luta, abrindo caminho para que a revanche ocorra.

A informação foi dada em primeira mão pelo site do canal ‘Combate’, que revelou que havia um acordo verbal, e posteriormente confirmada pelo ‘MMA Fighting’.

Aos 30 anos de idade, José Aldo é o maior campeão da história da divisão de penas. Após realizar sete defesas de cinturão, ele perdeu o título ao ser nocauteado por Conor McGregor no UFC 194, em dezembro de 2015. Na sequência, bateu Frankie Edgar no UFC 200, em 2016, e recuperou a cinta interino da divisão até 66 kg, que se tornou linear depois de seu algoz migrar para o peso leve. Ao todo, ele possui um cartel com 26 vitórias e somente três derrotas.

Antes de nocautear Aldo no UFC 212, Holloway havia conquistado o título interino da divisão ao bater Anthony Pettis por nocaute técnico no UFC 206, em dezembro passado. Com apenas 25 anos, o campeão vem numa incrível sequência de 11 vitórias consecutivas, tendo perdido pela última vez em 2013, para Conor McGregor. Ao todo, são 14 resultados positivos e três negativos na franquia.

Além de Holloway x Aldo 2, o UFC 218 terá Francis Ngannou x Alistair Overeem, além de Henry Cejudo x Sergio Pettis e Eddie Alvarez x Justin Gaethje. Outros brasileiros também estarão em ação no evento, como Alex Cowboy, que pega Yancy Medeiros, e Charles Do Bronx, que mede forças com Paul Felder.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta