Infarto leva, aos 75, a ex-juíza Ruth Fernandes, professora de várias gerações

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

Morreu hoje na clínica Check-Up, em Manaus, a ex-juíza do Trabalho Ruth Fernandes, de 75 anos. Ela sofreu um infarto e teve várias paradas cardiorespiratórias. Professora de gerações de amazonenses, também era irmã do ex-prefeito de Manaus, José Fernandes, e do ex-deputado Miqueias Fernandes, que morreram recentemente vítimas da Covid-19.

A advogada e professora, que era viúva de Braz Granjeiro, construiu duas carreiras sólidas, uma no magistério, nos principais colégios de Manaus, e outra na Justiça do Trabalho, onde era muito respeitada.

Deixa três filhos: Ana, o pastor Gedeão Granjeiro de Menezes, presidente da Igreja Evangélica Assembleia de Deus Tradicional, e o cardiologista Marcos Granjeiro.

 

Qual Sua Opinião? Comente:

Este post tem um comentário

  1. Nelson Araújo

    Dra. Ruth Fernandes era uma pessoa maravilhosa e profundamente humana. Vem de uma família muito querida. Vai deixar uma enorme lacuna para todos nós que com ela conviviamos. Ela está com o Senhor agora. Deus console a família.

Deixe uma resposta