Homem armazenava imagens de crianças com menos de seis anos sendo abusadas sexualmente

Nesta quinta-feira, 18/5, Dia Nacional de Combate ao Abuso e a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, a Polícia Federal deflagrou a Operação Cruel Storage que visa reprimir o crime de armazenamento de material contendo pornografia infantil.

Na ação de hoje, foi cumprido um mandado de busca e apreensão na zona leste da capital em desfavor de um homem, de 23 anos, que foi encaminhado à Superintendência Regional para interrogatório padrão.

A investigação teve início após a Polícia Federal tomar conhecimento do grande número de material armazenados em nuvem (internet) do suspeito.

O nome da operação, Cruel Storage, faz referência a natureza do conteúdo encontrado: imagens e vídeos de cenas de abuso sexual, sobretudo com crianças até seis anos de idade.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta