Hemoam pede suspensão de cirurgias que demandam transfusão de sangue, denuncia pré-candidato

O pré-candidato a prefeito de Manaus, Marcelo Ramos (PT), classificou como grave o pedido feito pelo Hemoam (Fundação Hospitalar de Hematologia e Hemoterapia do Amazonas) para a suspensão de cirurgias que precisam de transfusão de sangue.

No ofício, enviado a todos os hospitais públicos e privados na terça-feira (11), o órgão diz que não houve o repasse de materiais necessários para a realização das coletas de sangue e a medida é até a normalização do abastecimento dos insumos.

“Vejam em que situação estamos chegando. A completa irresponsabilidade com a saúde pública do Estado. As dívidas enormes com fornecedores começam a impactar na ponta o cidadão que precisa de uma cirurgia eletiva”, afirmou Marcelo Ramos.

No documento, o Hemoam orienta que as “transfusões sanguíneas sejam indicadas apenas em casos de extrema urgência”.

“O cidadão passa meses e, às vezes, anos na fila do Sisreg aguardando a cirurgia eletiva e agora se chegar a sua vez ela não será feita porque falta insumo no Hemoam. Isso é muito grave. E demonstra a falta de coordenação entre as ações e de gestão do Governo do Estado estão trazendo muito sofrimento para nossa gente”, finalizou o pré-candidato

O vídeo de Marcelo Ramos está disponível em: https://bit.ly/4b41lNV

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta