“Governo não pode repassar aos amazonenses a dívida bilionária da Eletrobras”, diz Eduardo

A diretores da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), o senador Eduardo Braga (MDB) assegurou, nesta terça-feira (30/10), que não deixará o governo federal repassar à população do Amazonas a responsabilidade de pagar, pelo menos, R$ 20 bilhões da dívida acumulada pela distribuidora de energia no estado.Nos últimas dias, o Palácio do Planalto tem divulgado a informação de que prepara uma medida provisória para viabilizar a privatização da Eletrobras Amazonas. De acordo com a imprensa nacional, a ideia do governo é dar celeridade à desestatização da companhia, sem que seja necessário mudar as condições propostas no edital de venda.

“Seja por MP ou por qualquer outro instrumento, não permitirei que joguem ao povo do Amazonas essa dívida bilionária. Não tem uma empresa no mundo que compre a distribuidora do jeito que está e, no dia seguinte, não informe à Aneel que aumentará a conta de luz dos amazonenses. A União que assuma todos os débitos”, declarou.

A empresa registra débitos regulatórios e trabalhistas de, aproximadamente, R$ 28 bilhões.  Desse montante, R$ 7,5 bilhões seriam assumidos pela União. A maior fatia, equivalente a mais de R$ 20 bilhões, ficaria por conta e risco do grupo que arremataria a distribuidora numa eventual desestatização e, consequentemente, aos usuários de energia elétrica do Amazonas.

Foto: Vagner Carvalho

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta