Governo anuncia que promoverá concurso público para o Corpo de Bombeiros

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

O Governo do Amazonas publicará, nos próximos dias, o decreto que possibilita ao Estado ampliar o efetivo do Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM) em mais de 80%, por meio do novo Quadro de Distribuição de Efetivo (QDE). O quadro viabiliza a realização de concursos públicos e a expansão de postos dos bombeiros no interior do estado. O decreto foi assinado nesta quinta-feira (25/03), durante solenidade realizada no auditório do Comando Geral do CBMAM, localizado no Comando Geral do CBMAM, localizado no bairro Petrópolis, zona sul de Manaus.

Atualmente, o Corpo de Bombeiros conta com um QDE que distribui um efetivo de 2.429 homens. O novo quadro prevê 4.483 vagas, aumentando a projeção de efetivo da corporação em 84,56%.

“A partir do momento em que o Governo do Estado, na figura do governador Wilson Lima, consegue corrigir essa injustiça histórica e permite a reestruturação do quadro do Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas, a gente consegue fazer com que a carreira seja igualmente reestruturada, abrimos oportunidade para que praças e oficiais possam progredir na carreira e, ao mesmo tempo, garantimos que o interior não fique desguarnecido”, destacou o secretário-chefe da Casa Civil, Flávio Antony, que representou o governador Wilson Lima na cerimônia de assinatura do decreto.

Antony ressaltou a importância da ampliação do quadro em todas as frentes de atuação dos bombeiros, incluindo a área da saúde, possibilitando melhorias no enfrentamento à pandemia de Covid-19 e no atendimento à população. “Em um momento de pandemia, você poder aparelhar, instrumentalizar o interior do estado com quadros qualificados do corpo de bombeiros do Amazonas é sempre muito importante”, enfatizou o secretário.

Em 2020, 469 bombeiros militares do quadro de saúde no ano passado foram incluídos nos quadros da corporação pelo governador Wilson Lima. Além disso, o governador promoveu mais de 22 bombeiros militares nos meses de fevereiro e março.

Interior

 O QDE está ligado à Lei de Organização Básica (LOB) da corporação e projeta a ampliação do efetivo do CBMAM em todas as unidades e setores subordinados. O Quadro de Distribuição de Efetivo permite a abertura de novos postos na capital e a expansão no interior do estado.

Hoje, a corporação conta com postos em 10 municípios do interior, além dos postos na capital. Com a aprovação do novo QDE é possível realizar concursos públicos que ampliarão o efetivo de combatentes e praças e permitirão a abertura de novas unidades bombeiro militar nos demais 51 municípios.

“É objetivo do governador do Estado deixar a segurança pública no padrão de que a nossa sociedade necessita. O efetivo dos Bombeiros passará para mais de 4 mil homens, o que possibilitará, principalmente, a instalação de novos postos dos Bombeiros no interior do estado, porque o maior problema que nós temos hoje é efetivo e, com isso, nós poderemos fazer uma distribuição melhor, dando uma atenção melhor ao interior do estado”, pontuou o secretário de Segurança Pública, Louismar Bonates.

Andamento de projetos

A mudança é um marco histórico e um novo tempo para a instituição, permitindo o andamento e fluidez de projetos como o Serviço de Resgate com possibilidade de atendimento aeromédico, ampliação do Salvamento Veicular, Comando de Operações em Incêndio, melhorias na Diretoria de Atividades Técnicas, novas unidades do Colégio Militar do Corpo de Bombeiros, expansão das ações de Defesa Civil, aumento do efetivo de Mergulho, Busca e Resgate em Ambiente de Selva, Guarda-Vidas, Busca e Resgate em Estrutura Colapsada, Operações contra Incêndio Florestal, dentre outras.

“Esse QDE vai nos permitir ampliar o nosso efetivo para 4.483 bombeiros, tanto da saúde quanto do nosso pessoal combatente, e isso vai propiciar que eles alcancem os mais altos postos da nossa corporação. Então, ele vai ter uma progressão, antes reprimida, e agora vai estar mais fácil para que ele possa almejar o sonho de cada militar, que é aumentar seu posto, sua graduação na carreira militar”, observou o coronel Danízio Valente, comandante-geral do CBMAM.

Enfrentamento à Covid-19

No dia 14 de janeiro deste ano, durante o enfrentamento da segunda onda da Covid-19 no Amazonas, os bombeiros militares assumiram a enfermaria do 6º andar do Hospital Universitário Getúlio Vargas (HUGV). Com 48 dias de atuação, contabilizaram 72 altas de pacientes e nenhum óbito foi registrado.

FOTO: Lucas Silva

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta