Governador entrega primeira etapa das obras de revitalização da maternidade Balbina Mestrinho

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no print

O governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), entregou, nesta quinta-feira (26/11), a primeira parte das obras de ampliação de um complexo de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) da Maternidade Balbina Mestrinho, referência para gravidez de alto risco da Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM). Foram inauguradas a Unidade de Cuidados Intermediários Neonatal Canguru (Ucinca); e a Unidade de Cuidados Intermediários Neonatal Convencional (Ucinco), que teve a capacidade de atendimento ampliada de 18 para 24 leitos.

O investimento de R$ 1.615.868,73 inclui, ainda, a realização de serviços na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTIn), que será entregue reestruturada. Com a reforma total, o atendimento neonatal será ampliado, passando a ter 165 leitos, 31 a mais em relação ao quadro atual de capacidade, que é de 134.

“Desde o início do governo que nós estamos tendo um carinho com essa maternidade. Nós já entregamos aqui uma sala de parto humanizado, reformamos alguns andares, refizemos a questão da fiação elétrica e estamos entregando mais leitos. Inclusive estamos inaugurando essa nova ala, que é destinada para aqueles bebês prematuros, que precisam de uma atenção especial, de um cuidado diferenciado. Os bebês que estão na outra ala, na ala antiga, já começam a ser transferidos pra cá”, ressaltou Wilson Lima.

Ele destacou que a ação faz parte do planejamento do programa Saúde Amazonas, que executa melhorias em toda a rede estadual.

“O Saúde Amazonas é um programa em que a gente interliga todas as unidades num trabalho de reconstrução da saúde no nosso Estado, de reforma, de ampliação, como o que está acontecendo aqui, como o que está acontecendo no Hospital João Lúcio, da reformulação do Hospital Delphina Aziz, assim como nós estamos fazendo na Policlínica Gilberto Mestrinho, no Centro, que vamos inaugurar em breve”, pontuou o governador.

As obras estão sendo executadas pela Secretaria de Estado de Infraestrutura e Região Metropolitana de Manaus (Seinfra), com recursos do Fundo de Promoção Social e Erradicação da Pobreza (FPS).

Melhorias 

A Unidade de Cuidados Intermediários Neonatal Convencional (Ucinco) foi totalmente reformada e teve sua capacidade de atendimento ampliada de 18 para 24 leitos. Para essa ampliação, foram realocados os serviços de Pediatria e de Atendimento às Vítimas de Violência Sexual (Savvis).

A Unidade de Cuidados Intermediários Neonatal Canguru (Ucinca) teve os 10 leitos reformados. A nova estrutura conta com um posto de enfermagem, recepção e área de espera, sala de utilidades, reanimação de recém-nascidos, sala de higienização, banheiro para mães, sala de atividades e área com dez leitos, oferecendo segurança, conforto e comodidade aos acompanhantes, as mamães em trabalho de parto e as crianças nascidas na Balbina Mestrinho.

O secretário de Saúde, Marcellus Campêlo, destaca que a reestruturação contribui para melhorar os índices do Amazonas relacionados à saúde da mulher.

“No estado do Amazonas, historicamente, nós temos indicadores na saúde materna ainda com números muito ruins no ranking nacional, tanto na questão do colo de útero quanto na mortalidade materna e neonatal. Então esta obra vai contribuir para dar uma segurança, uma qualidade de atendimento e também contribuir para a diminuição da mortalidade materna e neonatal”, observou Campêlo.

FOTO: Lucas Silva

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta