“Gosto do lado humano do Romero Jucá”, diz moradora beneficiada com casa de programa federal

“Eu gosto muito desse lado humano do Romero Jucá. Porque a gente vê que ele se preocupa com as pessoas. E hoje, eu tenho a minha casa, que é a casa da minha família”. O relato é de Tatiane Medeiros, para quem comprar a sua casa era quase impossível. Durante mais de cinco anos, ela foi refém do aluguel. “O dinheiro do aluguel não volta. Por isso, eu dizia que o aluguel come na mesa junto com a gente”. Assim, como muitas pessoas, ela também viveu o aperto do orçamento. “Tinha mês que a gente escolhia o que ia pagar porque o dinheiro não dava. Então, era o aluguel ou era o que a gente ia comer”.

Conforme um estudo feito pela Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias, até 2030, o Brasil deve ter 11,9 milhões de pessoas vivendo em condições precárias. Por isso, os programas habitacionais são importantes. Eles ajudam milhares de pessoas a realizar o sonho da casa própria. Em Roraima, por exemplo, foram 80 casas para o Cantá. Um dos menores municípios do Estado.

Com a ajuda de Romero Jucá, vários municípios do Estado ganharam investimentos do Governo Federal para a construção de casas populares. Assim, só no interior do Estado, foram mais de 1.095 famílias atendidas.

“Os nossos municípios competiam com outros lugares do país. E, em algumas delas, o déficit habitacional era ainda maior. Por isso, a gente tinha que articular junto aos Ministérios e com os presidentes, para que o nosso Estado fosse atendido”.

E além das 80 casas para o Cantá, ele também ajudou na construção de casas em Boa Vista e em mais nove municípios. “Eu sei a importância que esse trabalho tem na vida das pessoas. Porque quem tem uma casa, tem um patrimônio para a família. E eu espero ajudar para que esses investimentos voltem a atender as famílias do nosso Estado”.

Veja onde as casas foram construídas:

  • Alto Alegre: 50 casas

  • Boa Vista: mais de 7,7 mil unidades, entre casas e apartamentos

  • Bonfim: 30

  • Cantá: 80

  • Caracaraí: 137

  • Iracema: 30

  • Mucajaí: 453

  • Normandia: 32

  • Pacaraima: 50

  • São Luiz: 136

  • Uiramutã: 95

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta