Garantido e Caprichoso vão à Justiça renegociar dívidas para evitar leilões

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

Os presidentes do Garantido, Fábio Cardoso, e do Caprichoso, Jender Lobato, estiveram  hoje na sede do Tribunal da Justiça do Trabalho para uma reunião com o presidente da corte, o desembargador Lairto José Veloso. O objetivo foi tentar negociar débitos trabalhistas, que são volumosos, a fim de evitar a penhora de bens das duas agremiações.

Durante a reunião a Justiça do Trabalho se prontificou em firmar uma conciliação com os trabalhadores, assegurando o cumprimento do acordo respeitando a capacidade econômica dos bois de Parintins.

Com a celebração dos acordos, os bumbás evitarão futuros leilões e encontrarão as soluções para os processos trabalhistas.

Os bumbás entendem que não seria possível esse dialogo sem a contribuição primordial do juiz Izan Alves Miranda Filho, um magistrado que tem atuado intensamente para solucionar esses problemas e que, aberto a conversas, possibilitou que ambas as agremiações tivessem a oportunidade de cumprir seus acordos firmados dentro da realidade financeira de cada boi.

No encontro estiveram presentes o desembargador do Tribunal Regional do Trabalho, David Alves de Mello Júnior, o presidente do Núcleo de execução, juiz Djalma Martins da Costa, o Juiz do Trabalho em Parintins, Izan Alves Miranda Filho, o Secretário de Estado da Cultura e Economia Criativa, Marcos Apolo Muniz, o prefeito de Parintins, Bi Garcia, o Advogado Victor Góes do Boi Contrário que e o diretor Jurídico do Boi Garantido, Raul Góes Neto.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta