Game over: não haverá chapa “puro sangue” da direita a eleição em Manaus e Menezes já dá como certa sua saída do PL

O Coronel Menezes está de saída do Partido Liberal (PL), pelo qual disputou a eleição para o Senado em 2022. Segundo o blog apurou, ele considera encerradas as conversas para a formação de uma chapa “puro sangue” da direita manauara, tendo o deputado federal Capitão Alberto Neto como candidato a prefeito e o militar da reserva como vice. O principal responsável pelo fim da iniciativa é o presidente regional da legenda, Alfredo Nascimento.

O provável destino de Menezes é o Partido Renovação Democrática (PRD), que surgiu da fusão entre o Patriota e o PTB. O coronel seria o nome para compor chapa com o presidente da Assembleia Legislativa, Roberto Cidade (União Brasil), que terá sua pré-candidatura lançada em evento logo mais à noite. O militar comparece ao evento em que o deputado assumiu a direção municipal de seu partido, dez dias atrás.

“Tentamos de tudo, mas esbarramos nos interesses pessoais do Alfredo Nascimento”, afirmou um aliado de Menezes ao blog. O coronel se mantém em silêncio. Ele chegou a participar, no sábado, de evento político ao lado de Alberto Neto, no Centro de Convenções Vasco Vasquez. Na ocasião o deputado federal Nikolas Ferreira (PL/MG) ministrou uma palestra a simpatizantes da direita. Os dois não falaram sobre eleição.

Menezes chegou a ser expulso do PL no ano passado depois que criticou um voto de Alberto Neto contra a reforma tributária. Até hoje não houve um ato administrativo para anular a medida. O coronel só continua no partido por conta de uma decisão judicial.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta