Fora da Lava Jato

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

O país está quebrado.

O presidente eleito cometeu estelionato, para quem nele acreditou.

Continua um excelente delegado sindical para as corporações defendidas por ele.

Os estados estão quebrados.

A prefeitura do Rio virou uma quitanda falida.

Tudo se sabe, o ruído é alto, felizmente.

E, no encanto, as exceções não merecem registro, o que é uma pena.

O Portal G1 mostra uma pesquisa da Consultoria Tendências que coloca Manaus entre as duas únicas capitais brasileiras que, com recursos próprios, ultrapassaram investimentos acima de 10%.

A capital do Amazonas, historicamente uma das cidades mais agredidas e saqueadas da Amazônia, está hoje em 5o lugar no ranking de empregabilidade nacional.

O “cara” que está à frente desse processo se chama Artur Virgílio, prefeito da cidade, do falecido PSDB nacional.

Um dos poucos políticos brasileiros, de passado recente, alheio às listas da Lava/Jato do Sérgio Moro.

Qual Sua Opinião? Comente: