“Fizemos uma obra para durar”, diz Arthur, sobre reparo na pista que cedeu da Mario Ypiranga Monteiro

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

“Fizemos uma obra para durar. Cumprimos com o nosso dever”, resumiu o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, ao liberar para o trânsito neste sábado, 5/12, o trecho da avenida Mário Ypiranga Monteiro, em frente ao Fazendário Clube, bairro Parque 10, zona Centro-Sul, que recebeu obra emergencial para reconstrução da rede de drenagem profunda. Os trabalhos no local foram concluídos antes do prazo previsto de 20 dias, com a via pronta para o tráfego de veículos em apenas 12 dias após o início dos serviços.

“Eu havia falado 20 dias e entreguei em 12, poderia até ter entregue com 11 dias, mas ainda fizemos uma última limpeza e a obra está pronta, após um trabalho eficiente e feito com seriedade. Seria muito fácil e de mau gosto dar uma solução rápida e depois ela estouraria na mão de outro. Durante décadas não deram a Manaus a atenção que ela merece. Aqui poderia ter tido uma morte, desastre, mas saiu tudo certo. A nossa gestão deu a resposta certa e espero que, daqui para frente, isso seja uma prática dos próximos gestores”, declarou Arthur Neto.

A tubulação danificada, com aproximadamente 40 anos de instalação e sem manutenção periódica, já estava passando por um trabalho de recuperação pela Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) desde o mês de outubro, quando foi identificada a necessidade de troca da tubulação antiga.

Devido ao aumento das chuvas, a rede antiga não suportou a pressão das águas e cedeu no último dia 24/11. Por medida de segurança, pela instabilidade do terreno, o prefeito Arthur Neto determinou a completa interdição da via e o trabalho, que seria subterrâneo, passou a ser feito com a abertura da via, sendo concluído em pouco mais da metade do tempo estipulado inicialmente.

Todo o material comprometido foi retirado e substituído por uma nova rede, com tubos de alumínio utilizando uma metodologia de Tunel Line, que trabalha uma canalização subterrânea, trocando cada peça, retirando a parte antiga e substituindo por uma nova. Foi retirado o enorme buraco que havia na pista, com riscos por acumular água e fiações elétricas. Antes de receber o asfalto, as máquinas da prefeitura espalharam pedra utilizada como reforço à estrutura de rolamento da pista.

Trânsito e transporte

Durante todo o trabalho emergencial na via, a área interditada recebeu sinalização de cones para demarcação. Agentes de trânsito do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU) permaneceram no local para monitorar o tráfego e orientar condutores sobre os desvios.

Fiscais de transporte coletivo também atuaram nos pontos de ônibus para informar a população sobre as mudanças temporárias nas rotas de ônibus que transitavam no trecho interditado. Com a conclusão dos trabalhos na avenida Mário Ypiranga, as linhas do transporte público coletivo que estavam com itinerários alterados voltam a circular normalmente no local a partir deste sábado.

Confira as linhas que voltam a trafegar pela avenida Mário Ypiranga

001 (Interbairros 1);

212 – Jardim Versailles – Terminal 2 – avenida Djalma Batista;

215 – Bairro da Paz / avenida André Araújo – BR-319;

217 – Bairro da Paz / Redenção / Terminal 2;

323 – União da Vitória / Manauara Shopping / Terminal 2;

328 – Conjunto João Paulo II / Major Gabriel / T2 / Cachoeirinha;

358 – Residencial Viver Melhor / Adrianópolis / Terminal 2;

414 – Conjunto Canaranas / Terminais 3 e 2 (via avenida Max Teixeira);

550 – Novo Israel / T2 / Cachoeirinha;

002 – (Interbairros 2) – Coroado / Parque 10 de Novembro / Alvorada;

128 – Santo Agostinho / Alvorada / Terminal 2

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta