Felipe Souza nega que tenha retirado assinatura da CPI da Saúde e quer participar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

O deputado Felipe Souza (Patriota) negou que tenha retirado sua assinatura do pedido de instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) instalada para investigar o setor da Saúde na atual e nas últimas administrações do Estado. Ele frisa, entretanto, que não aceita a retirada de seu nome da composição do colegiado e vai brigar por isso. “Se mudarem, vou judicializar”, disse ele ao blog.

No início do dia circulou a informação de que ele teria retirado a assinatura, mas durante a sessão plenária virtual de hoje o deputado desmentiu. “Segue a minha assinatura e segue a CPI, mas eu quero participar”, disse ele.

“Existe um movimento pra me tirar da comissão dentro do meu próprio bloco pra colocar um outro deputado e eu não vou aceitar. Se houver qualquer manobra pra me tirar, porque a reunião foi filmada e tem gravação, e se eu perceber qualquer manobra eu vou judicializar e se eu perceber que existe má intenção, eu retiro o meu nome da CPI”, disse ontem o parlamentar, em postagem nas redes sociais.

Duas decisões judiciais recentes suspenderam processos que a oposição ao governador Wilson Lima (PSC) pretendia instalar na Assembleia Legislativa do Estado. Primeiro foi o processo de impeachment, suspenso pelo desembargador Wellington Araújo. Já esta semana outro magistrado, João Mauro Bessa, viu irregularidades na instalação e formação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), que pretendia investigar o setor na atual e nas últimas administrações do Estado.

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Josué Neto (PRTB), que a princípio reagiu com indignação à decisão do desembargador de suspender a CPI, admitiu que havia problemas no processo e decidiu rever a instalação do colegiado.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta