Fachin anula as condenações de Lula por Moro e o ex-presidente agora pode ser candidato

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), anulou as três decisões do ex-juiz Sérgio Moro, quando comandava a operação Lava Jato na Justiça Federal do Paraná, que redundaram na condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Entre as anulações encontram-se os rumorosos casos do sítio de Atibaia e do apartamento triplex do Guarujá, ambas as propriedades atribuídas ao líder petista. Com isso, ele pode ser candidato a presidente da República em 2022, porque dificilmente os processo correrão novamente com decisões definitivas até lá.

O três processos foram remetidos à Justiça Federal do Distrito Federal, que deverá agora decidir se cabem ou não as acusações.

Fachin é o relator da operação Lava Jato no STF. Ele afirmou que tomou essa decisão porque não há relação entre as condenações de Lula e as investigações em torno dos desvios da Petrobrás, que eram de competência da Justiça Federal do Paraná.

A terceira investigação a que se referiu Fachin diz respeito às palestras proferidas pelo ex-presidente, que Moro considerou lavagem de dinheiro.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta