Emenda de senador garante R$ 2 milhões para combater a Covid-19 na FCecon

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Dos R$ 18, 1 milhões liberados nesta semana pelo governo federal para a saúde do Amazonas, fruto de emendas do senador Eduardo Braga (MDB) ao Orçamento da União, R$ 2 milhões farão a diferença na batalha da Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCECON) pela vida, segundo o diretor-presidente Gerson Mourão. Além de garantir a compra de mais Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e de outros itens essenciais no combate à Covid-19, o montante deve assegurar o estoque de medicamentos e toda a estrutura necessária ao atendimento humanizado.

“Levantamentos já nos mostram que, nos últimos 60 dias, 50 mil casos de câncer não foram diagnosticados no país. Certamente isso vai ter um impacto no futuro. Em função disso, essa emenda do Eduardo vai nos dar um fôlego para contornarmos essa situação que deve ocorrer também no Amazonas”, disse  o médico em vídeo encaminhado ao parlamentar. “Gostaria de agradecer ao senador pela seriedade com que olha para a fundação”, acrescentou.

Confira a manifestação de Gerson Mourão: https://www.facebook.com/EduardoBraga15/videos/697472644154829

Centro de referência no tratamento do câncer na região Norte, a FCECON adotou uma série de procedimentos  para evitar o risco de contágio do novo coronavírus. Entre eles, a distribuição de máscaras e álcool líquido 70% a quem chega à unidade hospitalar e a triagem para detecção de sintomas gripais antes de consultas e procedimentos ambulatoriais.

Os pacientes com sintomas de gripe, como febre, são encaminhados para o serviço de urgência da instituição. Já os acompanhantes que apresentam essas condições são orientados a procurarem atendimento na Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próxima.

Prioridades – Na terça-feira, 12 de maio, o governo federal liberou R$ 18, 1 milhões para investimentos nos serviços de saúde da capital Manaus, do interior e de duas importantes instituições do Estado além da FCECON. O Laboratório Central de Saúde Pública do Amazonas (Lacen-AM), contemplado com R$ 2 milhões. E a Fundação de Medicina Tropical Heitor Vieira Dourado (FMT/HVD), com R$ 1 milhão.

Proveniente de emendas impositivas (de execução obrigatória) apresentadas por Eduardo ao Orçamento da União, o recurso seria antes direcionado para obras de infraestrutura. Com o avanço da pandemia da Covid-19 no Amazonas, o parlamentar decidiu remanejá-lo para a rede pública de atendimento.

A verba disponibilizada esta semana se soma a mais R$ 13,4 milhões obtidos pelo senador, no fim de abril, para garantir os serviços de saúde do interior amazonenses. Em menos de 15 dias, Eduardo conseguiu destravar mais de R$ 30 milhões para o Estado.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta