Em Humaitá, Ibama manda prefeito parar de pintar tudo de amarelo

Conhecido pelo seu estilo espalhafatoso de ser, o prefeito de Humaitá, Herivâneo Seixas, mandou pintar tudo o que podia na cidade de amarelo, como forma de dar uma cor à sua administração. Só que o Instituto do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis não gostou nada da brincadeira e acaba de notificá-lo para que retire a tinta com que ele pintou as árvores das praças e vias públicas.

O Departamento de Trânsito do Estado também estuda uma notificação para que o prefeito reveja a pintura nas calçadas. É que a cor amarelo indica estacionamento proibido. Ao espalhá-la por toda a cidade Herivâneo acaba induzindo os motoristas a infringir uma das regras básicas do trânsito.

O episódio virou piada na cidade. Herivâneo, que tem fixação por redes sociais, mas acaba de perder um apoio importante – era um dos prefeitos preferidos do governador cassado José Melo – já está sendo apelidado pelo povo de “amarelão”.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta