Ela presenteou o marido com outra mulher no Dia dos Namorados

Natalia e Bruno Iura são casados há 17 anos, mas foi no Dia dos Namorados de 2017 que ela resolveu surpreender o marido e lhe dar um presente bastante inusitado: a oportunidade de transar com outra mulher. É claro que tudo foi consensual e que eles já estavam conversando sobre entrar para o meio liberal antes disso, mas foi naquele 12 de junho que eles entraram numa casa de swing pela primeira vez e o resto é  história.

Ela conta que, à época, o casal tinha acabado de se mudar do interior do estado de São Paulo para a cidade de Osasco, e estava estudando como entrar para o universo do swing. “Nós lemos muito a respeito, conversamos com uns amigos, pesquisamos sobre algumas casas e estávamos realmente muito curiosos. Até que, naquele Dia dos Namorados, escolhemos uma casa de swing de São Paulo que tinha uma programação para a data”.

O primeiro contato com o swing, no entanto, não saiu como o esperado e eles não transaram com ninguém. “Quando chegamos lá, ficamos surpresos. Era um lugar Top. Tinham bombons, drinks, decoração temática. As pessoas chegavam na gente, faziam contato. Mas nós não fizemos nada a princípio, ainda não estávamos preparados”, relembra Natalia.

Porém, o casal não desistiu. Aos poucos, eles começaram a se soltar e aproveitar as festas e se relacionar com outros casais. O combinado, porém, é que eles só viveriam aquilo juntos, com os dois participando. “Até que um dia, finalmente me senti pronta e com uma enorme vontade de apenas assistir o Bruno transando com outra mulher. Eu não precisava participar, só queria que ele tivesse esse presente”.

Assim, no Dia dos Namorados seguinte, em 2018, ela decidiu que o presente perfeito para Bruno seria o sexo com outra mulher e sem sua participação, ela ficaria apenas na plateia. “Eu percebi que nosso relacionamento tem uma cumplicidade enorme, muito amor e respeito. Entre nós não existe essa obrigação de que se um está transando o outro também precisa. O nosso combinado é que não podemos sair sozinhos com outras pessoas, mas dentro da mesma festa, do mesmo ambiente, cada um pode ter relações com quem lhe agradar. A gente não tem essas amarras, somos muito livres nesta questão”.

E assim nasce uma tradição

Ano após ano, o casal comemora suas datas especiais em uma casa de swing ou em motéis, sempre acrescentando uma ou duas pessoas. “Nós temos a nossa festinha a dois, que é nosso momento íntimo, e aquela que é na safadeza mesmo. Esse ano quem está preparando tudo é o Bruno. Faz algum tempo que ele está conversando com um casal pelo Ysos e vamos com eles para uma festa”, diz.

O uso do aplicativo Ysos, ao qual Natália se refere, é uma das artimanhas do casal para conhecer pessoas sejam elas solteiras ou outros casais. A ferramenta é especializada no público que adota  tanto o estilo de vida liberal, quanto aqueles que preferem relacionamentos abertos ou não monogâmicos, deixando de lado o modelo tradicional de relacionamentos que envolve apenas uma dupla.

Sobre o Ysos

Ysos é um aplicativo que permite os amantes do sexo liberal a encontrar o terceiro elemento para um ménage a trois . Lançado em 2018 pelo Sexlog, maior rede social adulta do país, a plataforma está disponível para Android e iOS e pode ser baixada na Play Store e na App Store.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta