Durango não topa desafio de Ronaldo e diz que os votos, no segundo turno, demoram a ser definidos

“Somente após o início da propaganda eleitoral é que as acomodações dos votos começarão, efetivamente, a se consolidarem a ponto de estabelecer uma tendência. Paciência aos dois lados. Ninguém morre de véspera e nem ganha na mega-sena.”

Desta forma o publicitário Durango Duarte, que cravou o resultado do primeiro turno ao divulgar sua pesquisa de boca de urna, recusou o desafio proposto pelo empresário e jornalista Ronaldo Tiradentes, dono do instituto DMP, lançado ontem aqui no blog.

Em 2014, foi Ronaldo quem cravou o resultado da eleição na boca de urba. Àquela altura os dois apostaram R$ 100 mil e o dono do DMP foi o vencedor.

 

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta