Dupla é presa por colocar crianças para pedir e vender balas nas ruas de Manaus

A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio das equipes da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), indiciou, na tarde desta terça-feira (09/11), uma dupla, sendo um homem e uma mulher, por exploração do trabalho infantil, após colocar duas crianças, sendo uma de 10 e outra de 11 anos, em situação de mendicância nas ruas da zona norte de Manaus.

Conforme a delegada Joyce Coelho, titular da Depca, a mulher, que é mãe das crianças, entregava ambas ao irmão adotivo, tio das vítimas, que as colocava para pedir dinheiro e vender balas em via pública na localidade acima citada. Posteriormente, os dois dividiam o dinheiro arrecadado pelas crianças.

“A mãe chegou a registrar um Boletim de Ocorrência (BO), no último sábado (06/11), relatando o desaparecimento das crianças após deixá-las na escola. Porém, nossas equipes tiveram conhecimento de que no dia informado pela genitora, não estava havendo aula naquela instituição de ensino”, explicou a delegada.

As equipes policiais desconfiaram das informações repassadas pela mãe, e iniciaram as diligências em torno do caso, momento em que localizaram as crianças e o tio.

“Na delegacia, as crianças relataram a situação que eram obrigadas a vivenciar, e também que sofriam maus-tratos por parte da mãe, por isso foram afastadas do convívio da mesma. A mulher tinha pleno conhecimento da localização dos filhos e das atividades que desempenhavam”, relatou a autoridade policial.

O homem com quem as vítimas foram encontradas disse às autoridades que a exploração acontecia há cerca de cinco anos, e que todos da família tinham conhecimento sobre a situação.

“Em outras circunstâncias, elas (crianças) já haviam sido retiradas do convívio com a genitora, mas retornaram para ela, que novamente as inseriu no contexto exploratório”, finalizou Joyce.

As crianças possuem um histórico de abuso, exploração, maus-tratos e abandono, tanto material quanto intelectual, por passarem muito tempo sem frequentar a escola.

Procedimentos

A dupla foi detida e indiciada pelo crime de exploração do trabalho infantil. A mulher também foi indiciada por maus-tratos. As crianças foram encaminhadas para um abrigo da cidade.

FOTO: Erlon Rodrigues

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta