Dono de fazenda se dispõe a ajudar pequenos agricultores a superar possível seca recorde deste ano

Com a seca iminente se aproximando na região amazônica, o agricultor e produtor rural da Fazenda Santa Rosa (em Iranduba, a 18 quilômetros de Manaus), Edney Marques Ricardo, está empenhado em ajudar os pequenos produtores rurais do Amazonas, a se prepararem para os desafios que virão. Ele adianta que a iniciativa não tem nenhum cunho político-partidário, mas com sustentabilidade e responsabilidade social de um filho de Iranduba.

De acordo com Edney Ricardo, a intenção é capacitar pequenos produtores com dicas de inovações, valores agregados e conhecimento para enfrentarem a estiagem com resiliência. Ricardo conta que sua ideia já foi comunicada ao Sebrae/AM e à Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Amazonas (FAEA). A data do workshop ainda será definida.

Edney está preocupado com o boletim hidrológico emitido pelo Serviço Geológico do Brasil, em meados de maio, que alerta para o período de estiagem, uma vez que os baixos volumes de precipitação previstos para acontecer até julho, sobre as cabeceiras dos rios Juruá, Purus e Madeira, indicam uma ameaça de seca no Amazonas.

“Desejo repassar nossa experiência como produtor rural e agricultor para incentivar os pequenos produtores a como terem acesso a crédito, inovação, tecnologia e acesso a novos mercados”, defende.

De acordo com Edney Ricardo, tudo isso é possível de forma sustentável, por meio de uma nova perspectiva e com o que, geralmente, o pequeno produtor rural já possui em sua localidade.

“Nós também já passamos por muitas dificuldades e perdas, mas nos abrimos a novos mercados e, em meio à crise, vimos a oportunidade de migrar para o turismo rural. Muitos não precisam passar por tantas dificuldades. Basta usar as alternativas sustentáveis, possíveis e corretas que, muitas vezes, existem na propriedade dele e que vai render recursos muito bons para ele e sua família”, analisa.

Um legado para a Amazônia

Na Fazenda Santa Rosa, os produtores são incentivados a pensar além das safras tradicionais. Além das lavouras de limões, laranjas, tangerinas e coco, a fazenda abriga piscicultura e criação de animais. Edney acredita que a matéria-prima local pode ser transformada em produtos de alto valor agregado, gerando renda e sustentabilidade.

“Meu sonho é fazer com que a nossa história inspire outros produtores rurais, agricultores e fazendeiros a adotarem práticas sustentáveis. Nosso legado é um convite para que todos cuidem da Amazônia, garantindo que as futuras gerações possam prosperar em harmonia com a natureza”, conclui.

Referência no mundo
A Fazenda Santa Rosa ganhou projeção internacional ao receber a visita de embaixadores e diplomatas de dez países. A comitiva, liderada à época, pelo ex-vice-presidente Hamilton Mourão (também ex-presidente do Conselho Nacional da Amazônia Legal), contou com o governador do Amazonas l, Wilson Lima, e com a ex-ministra da Agricultura, Tereza Cristina, teve como objetivo conhecer a região e suas peculiaridades.

Os embaixadores e diplomatas da África do Sul, Espanha, Peru, Colômbia, Canadá, Suécia, Alemanha, União Europeia, Reino Unido, França e Portugal participaram da visita, além de representantes da OTCA (Organização do Tratado de Cooperação Amazônica). Na ocasião, eles realizaram um plantio simbólico de árvores.

Abrangência
A Fazenda Santa Rosa integra o Projeto Integrado de Colonização (PIC) Bela Vista, coordenado pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra).

Além de sua importância agrícola, a Santa Rosa é considerada um verdadeiro santuário da fauna local.

Atualmente, abriga cerca de 20 espécies de animais, incluindo cavalos, éguas, pôneis, bois, vacas, bodes, cabras, carneiros, ovelhas, coelhos, jumentos, burros e mulas, alguns em miniatura.
As aves também são atrações marcantes, que proporcionam um ambiente encantador, especialmente para as crianças. A fazenda mantém ainda um apiário com abelhas-sem-ferrão, contribuindo para a preservação do ecossistema local.

A fazenda tem como Missão promover a conscientização ambiental, educar e proporcionar experiências autênticas para os visitantes, enquanto mantêm um compromisso firme com a conservação ambiental e o desenvolvimento sustentável.

“Queremos ser um espaço onde as pessoas possam se conectar com a natureza, aprender sobre práticas agrícolas responsáveis e desfrutar de momentos memoráveis no campo”, informa a administradora da Fazenda, Léa Brito de Souza.

A Fazenda Santa Rosa está localizada na Rodovia AM 070, Ramal do Caldeirão, km 5, Iranduba.

O telefone de contato é (92) 99114-2989.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta