Depois de confusão nos bastidores, coligação de Amazonino vai à Justiça e David pede desculpas

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

As coligações que apoiam os candidatos Amazonino Mendes (Podemos) e David Almeida (Avante) divulgaram notas agora há pouco a respeito da confusão ocorrida nos bastidores do debate promovido hoje ao meio dia pela TV Norte. Enquanto a primeira repudiou o comportamento do adversário e prometeu medidas jurídicas, a segunda incluiu no documento distribuído um pedido de desculpas.

Abaixo, as duas notas na íntegra.

Nota da coligação de Amazino:

“A Coligação Juntos Podemos Mais, do candidato a prefeito de Manaus, Amazonino Mendes, repudia o comportamento que qualifica como destemperado, adotado pelo candidato adversário, David Almeida (Avante), ao final do debate realizado nesta quarta-feira (25/11), na TV Norte.

David Almeida, abalado ao final do debate, dirigiu-se a Amazonino Mendes com palavras de baixo calão. A cena foi registrada por várias pessoas presentes ao local, inclusive pelo juiz eleitoral Alexandre Novaes.

O coordenador de comunicação da campanha, Marcos Martinelli, também foi atacado por David Almeida, que o chamou de vagabundo e o ameaçou de agressão física várias vezes. “Eu vou te bater. Use isso contra mim Martinelli para ver se tu sai daqui, seu vagabundo. Se tu usar isso contra mim, eu vou te arrebentar rapaz”, ameaçou David Almeida, exaltado.

Sobre o episódio, o corpo jurídico da Coligação Juntos Podemos já está tomando as medidas cabíveis.

Nota da coligação de David:

A coligação Avante Manaus vem prestar solidariedade ao seu candidato David Almeida, vítima de uma armação no debate realizado esta tarde na TV Norte. Amazonino ofendeu David durante todo o debate. Depois, quando o debate acabou, David se dirigiu respeitosamente a Amazonino para se despedir e foi novamente provocado, dessa vez num tom mais agressivo. De forma premeditada, o marqueteiro de Amazonino, Marcos Martinelli, gravava clandestinamente o episódio, o que era proibido pelas regras do debate. Foi assim que a campanha de Amazonino espalhou uma versão editada, fora de contexto e tendenciosa do áudio, que só mostra trechos da reação indignada de David, mas suprime as provocações do Amazonino e do próprio Martinelli. Todo o ocorrido foi testemunhado pelo juiz coordenador da propaganda eleitoral Alexandre Novaes e pelos presentes. O fato revela até que ponto pode chegar o desespero de quem está atrás de todas as pesquisas deste segundo turno. A melhor resposta virá neste domingo, nas urnas, com a vitória de David 70.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta