Depois de cancelar festa de Réveillon, David Almeida estuda agora o que fazer com o Carnaval

Depois que anunciou, ontem, o cancelamento da festa de Réveillon, que traria para o anfiteatro da Ponta Negra o cantor Luan Santana, o prefeito de Manaus, David Almeida (Avante) estuda com sua equipe de saúde o que fazer com o Carnaval da cidade, que está agendado para o final de fevereiro. A princípio não existe ainda a decisão de cancelar o evento, mas a Prefeitura deve avaliar a situação da pandemia de Covid-19 em janeiro para definir o que será feito.

Almeida seguiu a tendência nacional. Devido ao surgimento da nova variante africana, a Ômicron, cidades como o Rio de Janeiro, São Paulo e Salvador decidiram cancelas os eventos de Réveillon. Não há nenhum caso registrado ainda em Manaus, mas como trata-se de um vírus que se espalha rapidamente, as autoridades de saúde estão recomendando que se evite grandes aglomerações.

No caso de Manaus, há um agravante: o período de chuvas intensas costuma multiplicar os casos de doenças respiratórias, diminuindo a imunidade das pessoas. Este fato, agregado às múltiplas aglomerações que ocorreram no final do ano passado causou o pico da Covid-19 em janeiro deste ano na cidade, agravado pela falta de oxigênio para atender a demanda. Por isso janeiro de 2022 será decisivo para que a Prefeitura decida se manterá ou não o Carnaval.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta