Depois da crise do oxigênio, Frente Parlamentar vai tentar acelerar pavimentação da BR-319

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

O vice-presidente da Câmara, deputado federal Marcelo Ramos (PL-AM) anunciou hoje, ao ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, em reunião com governadores e parlamentares da Amazônia, a oficialização da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Pavimentação da BR-319. Na ocasião, Ramos também assinou contrato para obras nos aeroportos de Itacoatiara, Maués e Fonte Boa.

“Anunciei agora ao ministro Tarcísio a criação da Frente Parlamentar, uma Iniciativa dos 8 deputados e 3 senadores do Amazonas, e apoiada pelas bancadas de Roraima, Rondônia, Acre e Mato Grosso. Trataremos, agora, das licenças e da busca de recursos em colaboração com Ministério para viabilizar uma ligação rodoviária da Amazônia com o país, que se mostrou imprescindível nesta pandemia.

Ramos referia-se às dificuldades logísticas para o envio de cilindros de oxigênio ao Amazonas, em crise recente de abastecimento do insumo, diante do recrudescimento da pandemia no estado.

Já Tarcísio Freitas destacou que a frente parlamentar contará com todo o apoio do governo federal. Ele detalhou as providências para o início das obras, previstas para o segundo semestre deste ano, nos 457 quilômetros da rodovia que se encontram em situação crítica.

.“Devemos começar as obras nos primeiros 52 km deste trecho no segundo semestre, tão logo o Ibama conclua as licenças ambientais”, disse Freitas.

*Homenagem Phelippe Daou – * Marcelo Ramos sugeriu, ainda, que o trecho do meio da BR-319 receba o nome do jornalista Phelippe Daou, já falecido, segundo ele, um dos maiores entusiastas da luta em defesa da pavimentação da BR-319. O ministro Freitas manifestou apoio ao que considerou “justa homenagem”.

Obras aeroportos Itacoatiara, Maués e Fonte Boa – O ministro Tarcísio Freitas e o deputado federal Marcelo Ramos também assinaram parceria com a Infraero para, em um ano e meio, entregar os aeroportos de Itacoatiara, Maués, Fonte Boa certificados para voos regulares de ATR. “Um marco para o interior do Amazonas. Agradeço todo empenho do ministro Tarcísio para estes pleitos do Amazonas”.

Também na reunião, o ministro da Infraestrutura lançou o Programa Voe Simples, que flexibilizará as medidas regulatórias a fim de tornar burocratizado a operação do setor de aviação no Brasil. “Isso será fundamental para aumentar a rede de voos regionais no Amazonas e no Brasil”, finalizou Ramos.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta