David entra em consórcio para comprar vacina, mas diz que só produção nacional vai salvar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

O prefeito de Manaus, David Almeida (Avante), assinou ontem termo de compromisso que garante a participação de Manaus da cidade no consórcio para aquisição das vacinas contra a Covid-19, juntamente com os outros municípios brasileiros – já são mais de 100 signatários. Hoje, entretanto, ele afirmou, em entrevista à TV Amazonas, que não conta com a aquisição do produto fora do país. “Por tudo que estamos vendo, é a produção nacional que vai nos salvar”, avaliou, anunciando ainda que foi informado da chegada de mais 55 mil doses nas próximas horas.

“Esse é mais um esforço para nossa Manaus continuar vacinando, e assim, possibilitando que a nossa população muito em breve esteja imunizada”, comentou David Almeida. Assim como o governador Wilson Lima (PSC), ele também quer evitar conflitos com o Governo Federal.  “Vale destacar que não há interesse de competir com o Ministério da Saúde e governos estaduais, mas sim agregar esforços para a vacinação da população, e conter a disseminação do novo coronavírus”, afirmou.

A expectativa é de que na próxima sexta-feira (5), uma minuta seja distribuída aos prefeitos, que encaminharão o projeto à Câmara Municipal. A primeira assembleia com os prefeitos associados no consórcio acontecerá entre os dias 5 e 10 de abril. Além de vacinas, o consórcio também vai ser desenvolvido para realizar a compra de equipamentos, medicamentos e insumos.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta