Covid-19 leva, aos 60, Luiz Claudio Dias, um dos maiores dermatologistas de Manaus

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

Morreu hoje, aos 60, no hospital da Unimed em Manaus o dermatologista Luiz Claudio Dias, um dos mais respeitados do Estado. Ele tentava se recuperar da Covid-19. A morte foi lamentada pelos colegas da Fundação Alfredo da Matta, onde trabalhou a maior parte da carreira, e pelo prefeito de Manaus, David Almeida (Avante), em nota oficial, já que ele também teve marcante atuação na rede municipal de saúde. Ele também era professor da Universidade Federal do Amazonas.

Na Semsa, Luiz Cláudio foi coordenador do Departamento de Atenção Primária (DAP), tendo auxiliado na consolidação das ações de combate à hanseníase e Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs), e saúde indígena. Também teve expressiva participação no processo de distritalização da Saúde em Manaus, com a criação dos Distritos Sanitários de Saúde.

O servidor era de Recife (PE), mas adotou Manaus como sua terra natal. Formado em medicina pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM), onde também era professor, atualmente estava à disposição da Fundação Alfredo da Matta, onde exercia suas atividades profissionais.

Solteiro, Luiz Cláudio deixa irmãos, sobrinhos, afilhados e uma imensidão de amigos e admiradores da pessoa maravilhosa que era.

Neste domingo (28), seria seu aniversário. Há um mês, a mãe do médico, Maria Aragão, morreu.

“Com pesar que recebi a notícia da morte do doutor Luiz Cláudio, que prestou grandes serviços à Semsa e era um excelente profissional, querido por todos. Uma grande perda para Manaus. Rogo a Deus neste momento de dor, que conforte a família, amigos e colegas de trabalho dele”, disse o prefeito.

Veja a nota do diretor-presidente da da Fundação Alfredo da Matta, Ronaldo Amazonas:

“A notícia da morte de alguém sempre nos comove e nos entristece. A morte de um colega de trabalho e de um profissional comprometido e entusiasmado com as causas da saúde pública é devastadora. Minha amizade com o Dr Luís Cláudio, embora divergíssemos politicamente internamente, sempre foi pautada pelo respeito, pelo reconhecimento e pela admiração mútuas. Nosso colega parte num momento em que mas precisávamos dele e em que mais ele se empenhava em proteger e salvar vidas de seus colegas e parentes. Triste 😢, muito triste com essa notícia. A FUAM na nossa Gestão reconheceu em vida a importância, a trajetória profissional e a dedicação do nosso servidor. Siga em paz, Dr Luís Cláudio. Siga para o lugar dos justos e que sua memória permaneça viva e pulsando no coração de cada um dos seus amigos, parentes, colegas e pacientes. Te agradecemos de coração teus feitos e tuas virtudes. Que haja consolo para a família e que Deus o receba na Jerusalém Celeste.”

Qual Sua Opinião? Comente:

Este post tem 3 comentários

  1. James

    Realmente uns dos melhores médico de Manaus e um grande amigo que estava sempre disposto a ajudar aos outros. Que descanse em paz com a sua a sua missão cumprida.
    James.

  2. JOSÉ YRANIR DO NASCIMENTO

    Luiz Cláudio Dias, o Macalé, como também gostava de ser chamado, com uma competência incomum, jamais deixava a instituição sem atender a todos que o procurava, jamais se recusou atender a quaisquer pessoa ou paciente, tinha um grande respeito e carinho aos portadores de Hanseníase e Indígenas, era incansáveis na luta contra a Hanseníase, assumiu com muita garra e vontade de vencer o passcovid, programa de saúde da FUAM para assistência aos funcionários, não tinha sábado, domingo ou feriado, atendia a todos a quaisquer hora, inclusive parentes e amigos, falou pra mim por várias vezes, que gostaria de pegar logo esse vírus, assim, ganharia imunidade e teria mais garra pra enfrentar melhor o covid19, só queria servir e recusava as vezes em tirar férias, mas infelizmente e pra tristeza de todos que o conhece, foi vencido e perdeu a batalha para o invisível, foi guerreiro e combateu o bom combate, descanse em paz meu Amigo, você ser a inesquecível, nunca mais a sala de telemedicina da FUAM, será a mesma sem você…
    Já estamos com muitas saudades. JYN.

  3. Haroldo Nunes

    Lamentavel perda..Seja como médico ou cidadão, um belo exemplo a ser seguido.
    Saudades
    Familia Nunes

Deixe uma resposta