Coronel que tocou projeto de Giuliani desabafa: “Amazonino foi prejudicado por uma cambada de puxas-saco”

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

Em live agora há pouco no Facebook, o coronel PM reformado Walter Cruz, que comandou a implantação do projeto GuardiAM, desenvolvido pelo ex-prefeito de Nova Iorque Rudolph Giuliani para o Governo do Estado, fez um desabafo sobre a eleição municipal de Manaus, na qual concorreu a vereador pelo Cidadania. Ao desejar boa sorte ao prefeito eleito David Almeida (Avante), ele disse que o ex-governador Amazonino Mendes (Podemos) foi prejudicado “por uma cambada de puxas-saco que o cercam”.

Segundo o militar, estas pessoas tratavam mal quem procurava o candidato e não permitiam o acesso a ele. Cruz disse esperar que o novo prefeito não dê ouvidos nem permita que se criem em torno dele este tipo de pessoa, ou seja, os “puxas-saco”.

“O prefeito vai ter muitos desafios, principalmente no que diz respeito à mobilidade urbana. O atual prefeito (Arthur Virgílio Neto, do PSDB) não criou nenhum novo modal de transporte e a cidade precisa muito disso”, disse ele, sugerindo a implantação do BRT (sigla em inglês que significa Transporte Rápido por Ônibus).

Opositor de David Almeida durante a campanha, ele mandou um abraço ao prefeito eleito e ao vice-prefeito Marcos Rotta (DEM), desejando sucesso aos dois. “Passou a eleição, agora é hora de ajudar”, concluiu.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta