Comunidade lamenta tragédia de hoje no São José, onde menino morreu carbonizado

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

Nem mesmo as equipes de reportagem suportaram a cena e vários se emocionaram ao se deparar com o corpo do menino Alexandro, de apenas 5 anos, que morreu carbonizado depois que a casa de madeira em que ele morava foi consumida pelas chamas na manhã de hoje, na rua Boa Sorte, bairro São José II, zona Leste de Manaus.

No momento em que o incêndio ocorreu, ele estava na casa apenas na companhia dos dois irmãos, um de três e outro de sete anos de idade. Este último ainda tentou convencê-lo a sair do local, já que Alexandro decidiu esconder-se embaixo de uma pia para fugir do fogo. Os outros dois saíram e tiveram apenas pequenas escoriações, mas ele ficou e acabou morrendo.

O pai estava trabalhando e a mãe tinha saído para entregar uma encomenda. O casal está muito abalado.

No momento em que o Corpo de Bombeiros chegou ao local, os vizinhos já tinham apagado o fogo. Ainda não se tem informações sobre o que provocou o acidente que vitimou fatalmente a criança e deixou dois feridos.

Conforme o técnico da Defesa Civil, Cristiano Lira, devido ao sinistro foi constatada perda total da residência. “A Prefeitura de Manaus atuou em pronta-resposta, conforme determinação do prefeito Arthur Virgílio Neto. Nós realizamos a vistoria e constatamos a perda total do imóvel. E junto a Semasc realizamos o cadastro da família e o atendimento socioeconômico, para que eles recebam Auxílio-Aluguel”, explicou.

O técnico também informou que a área está isolada devido ao risco de desabamento dos escombros e que o imóvel precisará ser demolido.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192 Manaus), esteve no local e fez a remoção de uma das crianças com queimaduras, para o hospital e pronto Socorro Platão Araújo.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta