Comitê reconhece promotores que combateram a corrupção eleitoral no Amazonas

Os promotores de Justiça do Amazonas Flávio Mota e Weslei Machado, receberam, no último dia 20/12, na sede da Ordem dos Advogados do Brasil – seccional Amazonas, a placa Dom Sérgio Castriani pelos relevantes serviços prestados nas eleições de 2020, com destaque aos atos e ações adotadas contra a corrupção eleitoral.

A placa Dom Sérgio Castriani foi instituída em junho de 2021, após o falecimento do ex-arcebispo Sérgio Castriani, um dos fundadores do Comitê Amazonas de Combate à Corrupção. O Comitê é composto por várias entidades, como a Ordem dos Advogados do Brasil – OAB/AM, os Conselhos Regionais Profissionais de Administração, de Contabilidade, de Economia, pela Federação Nacional dos Jornalistas – Fenaj, pelo Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Amazonas – SJP/AM e a Arquidiocese de Manaus.

O Comitê Amazonas de Combate à Corrupção Eleitoral possui três objetivos principais: a conscientização do eleitor sobre a importância de votar com responsabilidade e não trocar o voto por promessas e/ou vantagens, vedadas pela legislação eleitoral; combater o uso do caixa dois nas eleições e qualquer forma ilegal de promover propaganda eleitoral, inclusive, o abuso do poder econômico e político; e propor políticas públicas aos governantes para resolver os problemas da sociedade e fiscalizar os atos da Administração Pública, como instrumento de Controle Social.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta