Começam a circular no whatsapp os tradicionais ataques e boatos do dia da eleição

Desde as primeiras horas da manhã o aplicativo de conversas mais popular, o whatsapp, veicula ataques a candidatos a cargos proporcionais e majoritários. O mais retumbante deles é o que veicula o candidato Wilson Lima (PSC) e seu vice, o defensor público Carlos Alberto Almeida Filho (PRTB) a invasões de terra em Manaus.

Desde que os aplicativos se popularizaram, monopolizando o contato à distância, sua utilização no dia da eleição, que é proibida para a propaganda de candidaturas nesta data, passou a ser utilizada principalmente para tentar espalhar os tradicionais boatos, na tentativa de criar ondas e influenciar o resultado das urnas.

Nos últimos dias os ataques foram mais intensos entre os candidatos a deputado estadual e federal. Hoje, no entanto, Lima passou a ser o principal alvo. A publicação que o ataca, disparada por telefones contratados especialmente para isso, tentam ligá-lo às invasões, principalmente a famosa Cidade das Luzes, e por tabela à facção criminosa Família do Norte. Um suposto relatório da área de Segurança Pública foi anexado à postagem.

Ao longo do dia espera-se mais ataques.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta