Carta ao Papai Noel

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
O Natal até já passou mas, nunca é tarde para recorrer ao bom velinho como o fez semana passada minha netinha Malu, e escrever uma carta a ele contendo meus pedidos de presente para 2022.

Nesses devaneios infantis onde impera a santa inocência dos pequeninos, há espaços para pedir tudo, até os pedidos mais difíceis afinal, vai que o Papai Noel esteja num daqueles seus dias mais inspirados e atenda!
Penso que com alguns mais velhos como eu, os sonhos também são sonhados pois há espaço de sobra e o suficiente no coração bondoso velhinho para ajudar na concretização.
Então, segue aqui minha carta ao Papai Noel recheada de pedidos para que se realizem no ano de 2022.
“Estimado Papai Noel, me chamo Ronaldo e, não tanto quanto o senhor, mas eu também já sou idoso.
Creio vivamente que o senhor haverá de me atender em todos os meus pedidos os quais não são difíceis nem impossíveis mas sei que darão um bom trabalho a você e seus ajudantes para concretizá-los:
-Sobre as crianças do planeta, peço que você olhe com um carinho especial para aquelas sem pais, sem moradia, sem escola, sem comida na mesa e aquelas que estão doentes em casa e nos hospitais.
Minore o sofrimento delas e protege-as dos ataques dos abusadores, da fúria dos pais e parentes desajustados e dai a cada uma dignidade e um futuro menos dolorido;
-Sobre as famílias, dai a cada uma uma moradia digna, trabalho e emprego para pais e mães.
Afasta delas a desunião e as contendas para que a paz reine no coração da célula da sociedade e se construam lares ajustados e promissores sem a intromissão do estado opressor e normatizador que tenta reinventar o verdadeiro conceito de família;
-Sobre a política, sei quão difícil é pedir por dignidade e seriedade de propósitos para todos quantos assumiram o compromisso de serem justos e honestos.
Cuida para que homens e mulheres gestores públicos e parlamentares abracem as causas dos mais necessitados, por uma sociedade cada vez mais justa e protegida onde prevaleça a tão sonhada paz social;
-Para a justiça meu bom velhinho, imploro para que você a transforme em um lugar acessível, que ela aja dentro dos princípios mais nobres da boa aplicação da lei, da celeridade processual e sem corrupção.
Que surjam juízes justos e comprometidos com as causas mais prementes da sociedade e que limitem-se aos textos legais sem confundir poder da justiça com poder pessoal e que julguem com os princípios da impessoalidade e da lealdade ao juramento que professaram;
-Peço que você acabe com a fome no planeta onde a produção de alimentos seja suficiente para distribuição equânime principalmente entre os povos menos favorecidos;
-Restabeleça a paz entre os povos onde a guerra seja o último recurso a ser buscado para que a perda de vidas não prevaleça.
Indica aos homens o caminho do diálogo e da fraternidade na construção de um mundo sem contendas;
-Por fim, Papai Noel, não se esqueça de realizar meu mais significativo pedido.
Dê um basta nessa pandemia e traga de volta a plena saúde para que o planeta retome o crescimento, a produção, o emprego e o trabalho que gerem riquezas e desenvolvimento para os países.”
Com essa cartinha ao bondoso velhinho meus caros leitores, quero crer ter pedido o necessário e o suficiente para que tenhamos um ano de 2022 pleno de muitas conquistas e vitórias.
Meus desejos a cada um/a são de um ano novo abençoado, rico em saúde, repleto de paz e recheado de felicidades.
Té logo!

Qual Sua Opinião? Comente: