Carol Braz desiste da política e retorna à Defensoria Pública

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

Depois de não conseguir colocar em pé a candidatura a prefeita de Manaus, que era articulada pelo PSC do governador Wilson Lima (PSC), a defensora pública Caroline Braz anunciou hoje seu retorno ao cargo de origem, no qual tomou posse há 16 anos. Na prática, o anúncio indica que ela desistiu, pelo menos provisoriamente, de disputar cargo político.

Braz assumiu a Secretária de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc) em 2019, junto com governador. No final daquele mesmo ano surgiram as primeiras especulações sobre uma possível candidatura dela a prefeita de Manaus.

A pré-candidatura chegou a existir. A secretária promoveu reuniões em bairros, montou equipe de assessoria e filiou-se ao PSC, passando a ser tratada como uma das principais lideranças da legenda. Os números nas pesquisas, entretanto, não favoreceram o lançamento dela a prefeita e os planos foram arquivados.

“Essa experiência no Executivo foi importante para compreender melhor a implementação das políticas públicas, e hoje me ajuda a exercer com mais profundidade a defesa das mulheres nos mais diversos níveis de vulnerabilidade”, diz ela.

Carol Braz, como é conhecida no meio político, continua ocupando espaço nas mídias sociais, mas não tem falado mais em candidatura. Seu retorno para a Defensoria Pública será concretizado na terça-feira, dia 9.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta