Carga ilegal de pedra brita, avaliada em R$ 11 milhões, é apreendida no Solimões

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

Durante fiscalização em embarcações que trafegam pelo rio Solimões, agentes da Base Arpão apreenderam uma carga de pedra brita avaliada em R$ 11 milhões, que vinha sendo transportada de forma ilegal por uma balsa. A ação ocorreu na noite dessa sexta-feira (05/03), próximo a um terminal da cidade de Coari (a 363 quilômetros de Manaus). De acordo com os policiais, em oito edições, essa é a apreensão com maior prejuízo ao crime já feita durante as revistas.

Segundo o relatório de ocorrência, os policiais realizavam abordagens em embarcações, quando avistaram a balsa transportando minério. Ao abordar o comandante da balsa, foi solicitado a licença ambiental para extrair e transportar o material. O proprietário então informou que não possuía o documento, sendo assim, estava com o material ilegal.

O suspeito foi autuado em flagrante por crime ambiental e levado a Base Arpão para prestar depoimento. O material foi periciado e apreendido. O minério foi levado para a unidade policial de Coari e deve ficar à disposição da Justiça.

Base Arpão

Criada pela Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), a Base Arpão atua de forma integrada com efetivos das Polícias Militar e Civil, Corpo de Bombeiros Militar, Polícia Federal, Força Nacional, Secretaria de Operações Integradas (Seopi), do Ministério da Justiça e Segurança Pública e Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta