Bonates e secretários voltam a pedir a Bolsonaro recriação do Ministério da Segurança

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

A recriação do Ministério da Segurança Pública voltou a ser tema de encontro dos secretários do setor de todo país com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e com o ministro da Justiça, André Mendonça, que ainda acumula a antiga pasta. Do evento participou o secretário de Segurança do Amazonas, coronel PM Louismar Bonates, que é o atual vice-presidente do Colégio de Secretários de Segurança (Consesp), hoje o principal fórum defensor da medida.

Por enquanto, André Mendonça ouviu as propostas apresentadas e demonstrou a intenção de ampliar as parcerias com o Consesp. De acordo com Bonates, foram apresentados pleitos como a desburocratização dos bens apreendidos pelas polícias estaduais para que possam ser enviados de forma imediata a leilões e os valores levantados sejam recolhidos aos cofres de Segurança Pública. “É uma forma de incremento aos recursos para os fundos que necessitam de uma agilidade na liberação. Recebemos também a informação de que o ministro da Justiça irá adquirir de imediato coletes à prova de bala para as polícias”, informou.

Segundo Bonates, o encontro com o ministro André Mendonça foi produtivo no que se refere à segurança e ao investimento no profissional de segurança pública, uma vez que foram discutidos cursos de especialização para os servidores no exterior. “Tivemos uma excelente impressão do novo ministro, que demonstrou a intenção de ampliar as parcerias com os estados, passando a ouvir mais o Colégio de Secretários de Segurança”, finalizou o secretário.

Mendonça substituiu o ex-juiz Sérgio Moro no cargo.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta