BNDES aprovou R$ 67,5 milhões em crédito para 137 empresas do Amazonas nos primeiros três meses do ano

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aumentou as aprovações de crédito para empresas no Amazonas nos primeiros três meses de 2024, beneficiando 137 negócios. No período, a instituição aprovou R$ 67,5 milhões, valor 12% superior ao primeiro trimestre de 2023, quando a instituição tinha aprovado R$ 60 milhões.

As aprovações alcançaram setores importantes para a economia local, como R$ 28,2 para infraestrutura, R$ 15,1 milhões para comércio e serviços, R$ 22,8 milhões para a indústria e R$ 1,4 milhão para a agropecuária. Para micro, pequenas e médias empresas, a aprovações representaram R$ 33,8 milhões, valor 162% maior que no mesmo período de 2023.

“Retomamos a missão do BNDES de promover o desenvolvimento do país, em todas as regiões, contribuindo para o fortalecimento dos negócios e a geração de emprego e renda, prioridades do governo do presidente Lula”, explica o presidente do banco, Aloizio Mercadante. “O excelente resultado do Banco no primeiro trimestre comprova que a economia brasileira está crescendo e que a ampliação do acesso ao crédito traz benefícios para todos”, completa.

Na região Norte, as aprovações cresceram 75% em relação ao primeiro trimestre de 2023, totalizando R$ 916,7 milhões. Foram R$ 173,2 milhões para infraestrutura, R$ 307,2 milhões para o setor de comércio e serviços, R$ 373,4 milhões para a agropecuária e R$ 62,9 milhões para a indústria. Aprovações para micro, pequenas e médias empresas somaram R$ 678 milhões, um aumento de 166% em relação a 2023. No primeiro trimestre do ano, o BNDES apoiou 1.460 negócios na região, 70,6% a mais que no mesmo período de 2023.

Brasil

No primeiro trimestre deste ano, em todo o país, as aprovações de crédito somaram R$ 24,7 bilhões, um aumento de 91% em relação a 2023, o melhor resultado dos últimos dez anos, beneficiando 42.737 negócios, número superior aos 26.427 negócios apoiados no mesmo período do ano passado. As aprovações cresceram em todos os setores fundamentais para a economia brasileira, como agropecuária (50%), com valor de R$ 6,8 bilhões, comércio e serviços (65%), totalizando R$ 4,4 bilhões, indústria (189%), com R$ 6,8 bilhões, e infraestrutura (97%), com R$ 6,6 bilhões. Nos três primeiros meses do ano, aprovações para micro, pequenas e médias empresas somaram R$ 13,2 bilhões, aumento de 52,2% em relação a 2023.

Mais clientes e mais aprovações em 2023

Em todo o ano de 2023, o BNDES já havia ampliado o apoio aos negócios na região Norte. As aprovações cresceram 153% no acumulado do ano, totalizando R$ 12 bilhões. Sendo R$ 5,6 bilhões para infraestrutura, R$ 3,8 bilhões para o setor de comércio e serviços, R$ 2,4 bilhões para a agropecuária, e R$ 300 milhões para a indústria. Empresas de grande porte representaram 70,7% das aprovações (contra 40,7% em 2022) e 48,5% dos desembolsos. Os desembolsos para as micro, pequenas e médias empresas somaram R$ 2 bilhões, 51,48% do total de desembolsos para a região, que somou R$ 4 bilhões. Em 2023, o BNDES também apoiou 600 negócios a mais que no ano anterior, totalizando 3.822 clientes.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta