Bar Gargalo, no Vieiralves, tem equipamento de som apreendido

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

Prefeitura de Manaus integrou na noite da sexta-feira, 10/5, mais uma operação de combate à poluição sonora em estabelecimentos denunciados pela população e reincidentes pela prática. A ação, realizada em seis bairros, começou pelo Conjunto Vieiralves, zona Centro-Sul, com a apreensão de uma mesa de som no bar e restaurante Gargalo, situado na rua Rio Eiru. Além de ter o equipamento apreendido, o estabelecimento foi multado em 51 Unidades Fiscais do Município (UFMs), o equivalente a R$ 5,3 mil, por estar funcionando com som, mesmo já tendo sido interditado.Coordenada pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas), as abordagens foram realizadas nos bairros da Paz, Nossa Senhora das Graças, Novo Aleixo, Cidade Nova, Compensa e Centro. “As ações de fiscalização serão intensificadas com a participação efetiva da Central Integrada de Fiscalização, do Centro Integrado de Comando e Controle da Secretaria de Estado de Segurança Pública”, afirmou o diretor de Fiscalização da Semmas, Eneas Gonçalves.

No bairro Cidade Nova, zona Norte, a fiscalização constatou o cumprimento da interdição por parte de dois estabelecimentos que se encontravam fechados, ambos situados na Rua Ticuna, no Núcleo 12. Ao todo, seis bares foram vistoriados, todos são reincidentes e foram denunciados pela prática de poluição sonora. Foram lavrados autos de notificação, apreensão e interdição.

A operação contou com a participação da Força Tática, Batalhão Ambiental e de Policiamento de Trânsito da Polícia Militar, Delegacia Especializada em Meio Ambiente (Dema) da Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Departamento de Vigilância Sanitária da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb), Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização de Trânsito (Manaustrans) e Juizado da Infância e Juventude do Tribunal de Justiça do Amazonas.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta