Aumentam os casos suspeitos de esporotricose e Prefeitura adota providências

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

Devido ao aumento na procura de avaliação de animais suspeitos de esporotricose, a Prefeitura de Manaus informa que, a equipe do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) Dr. Carlos Durand, estará atendendo os usuários e seus animais nas dependências da unidade, na avenida Brasil, s/nº, Compensa, zona Oeste, em fluxo separado dos demais serviços oferecidos no local (vacinação e castração). Os atendimentos serão agendados para segurança do usuário e da equipe do CCZ, a partir de contato telefônico ou por e-mail.

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), responsável pelo centro de zoonoses, orienta os tutores de animais que identificando sintoma sugestivo da doença em seu animal, isole imediatamente o mesmo de pessoas e de outros animais, e leve a um veterinário de confiança. Não tendo condições para tal, a orientação é que os tutores entrem em contato com o CCZ para agendamento da avaliação do animal.

Os sintomas mais frequentes da esporotricose em cães e gatos são feridas profundas, geralmente na face e nos membros do animal, que não cicatrizam e podem progredir para o resto do corpo.

A Semsa também chama a atenção para o fato de que, a prática de abandono de animal é crime e não tem justificativa, considerando que a doença identificada precocemente é tratável.

Os contatos para agendamento são o 0800 280 8 280 (de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h); os celulares 98842-8359 / 98842-8484; ou endereço eletrônico [email protected].

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta