Até revólver é encontrado no IPAT, após arremesso de pacotes

A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) realizou um procedimento de revista na manhã desta quinta-feira (30/08), em parceria com a Polícia Militar do Amazonas (PMAM), no Instituto Penal Antônio Trindade (Ipat). A ação ocorreu após o arremesso de 15 pacotes em direção ao pavilhão C da unidade prisional no último domingo (26/08). Durante o procedimento foi apreendido uma arma de fogo.Segundo o secretário de Estado de Administração Penitenciária, coronel da Polícia Militar, Cleitman Coelho, a operação teve como objetivo principal agir na prevenção de ocorrências que possam desestabilizar a unidade após os arremessos. “Com o registro do arremesso no último domingo precisávamos de uma ação pra retirar todos os ilícitos que tiveram contato com os presos após os resgastes dos pacotes. Estamos avaliando com a PMAM maneiras de reforçar a muralha com efetivo para inibir que essas ações se repitam”. 

A operação contou com um efetivo de 93 pessoas entre servidores da Seap, além de agentes da empresa de co-gestão, Umanizzare Gestão Prisional, e policiais do Comando de Policiamento Especializado (CPE). A revista percorreu as alas inferiores dos pavilhões A e B, e alas superiores e superiores do pavilhão C. 

Durante o procedimento foram encontrados um revólver calibre 380, seis munições calibre 380, 27 aparelhos celulares, três fones de ouvido, dois carregadores, uma bateria de celular, um cabo USB, duas porções de substâncias entorpecentes, além de armas caseiras do tipo estoque, martelete e facas. Todos os objetos apreendidos nas celas da unidade foram apresentados no 19º Distrito Integrado de Polícia (DIP) para as medidas cabíveis e os internos das celas onde os materiais foram encontrados passarão por sanções disciplinares e isolamento.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta