Arthur chama juventude do PSDB para participar de campanha em defesa da Amazônia

Arthur Neto chama juventude do PSDB para participar de campanha em defesa da Amazônia
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Candidato às prévias presidenciais pelo PSDB, o ex-senador e ex-prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, tem reforçado intensamente a importância urgente de se proteger a floresta amazônica e de enxergá-la como fonte de inestimáveis riquezas para o país, sem desmatá-la. “Já passa da hora de o Brasil enxergar que sem a Amazônia ele nunca alcançará pleno desenvolvimento”, defende o candidato. Encerrando o circuito de viagens pelo Sul, Sudeste e Centro-Oeste do país, por onde passou, Arthur conversou com jovens lideranças do PSDB Juventude para que encabecem, juntamente com ele, a campanha “Salve a Amazônia! Riqueza de todos os brasileiros”.
“A Amazônia é nossa e essa campanha já pegou”, avalia o diplomata de carreira, que também preside o PSDB-AM. “Os jovens estão cada vez mais sensíveis às causas ambientais, porque estamos falando do futuro dessas e das gerações que estão por vir. O aquecimento global já é uma triste realidade e, se nada for feito, os efeitos serão ainda mais desastrosos”, alerta Arthur.

Ele propõe um Programa Nacional de Uso Sustentável dos Recursos Naturais da Amazônia, algo que, segundo ele, além de prestar serviços ao meio ambiente e ao equilíbrio do planeta, geraria uma ampla aceitação do mercado internacional, como das indústrias farmacêutica, cosmética e alimentícia. “Esse é o meu principal objetivo nas prévias: fazer que com que os demais candidatos absorvam essa proposta e que ela possa ser pauta presente nas eleições de 2022. Isso pra mim já é uma grande vitória”, justifica Virgílio.

Com um olhar futurista, mas considerando erros adotados nas políticas ambientais do país no passado para seguir acertados caminhos, Arthur Virgílio relembra do movimento “O Petróleo é nosso”, que ganhou as ruas, foi para o Congresso e que ajudou na criação da Petrobrás e na provação da Lei do Petróleo. “Isso movimentou o Brasil a partir do final da segunda guerra mundial, tendo à frente figuras de peso, como o meu pai, senador Arthur Virgílio Filho. Foi um movimento nacionalista, mas entendiam como de vital importância que a independência econômica viesse junto com a independência política que chegava pelos movimentos democráticos”, explica.

“É preciso parar com toda essa devastação! Por que não usarmos as riquezas da Amazônia e suas potencialidades econômicas internacionais para nos tornarmos, aí sim, um gigante da economia, uma megapotência mundial? É preciso planejar, investir em ciência e tecnologia, identificar mercados, atrair investimentos nacionais e estrangeiros, unir o conhecimento científico com o dos povos tradicionais e, acima de tudo, manter a floresta em pé”, sugere o político tucano com 43 anos de vida pública.

Prévias PSDB

Enfrentando os governadores de São Paulo, João Doria, e do Rio Grande Sul, Eduardo Leite, Arthur Virgílio tem percorrido o Brasil, já cumprindo agendas nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, incluindo encontros, reuniões e o primeiro debate entre os pré-candidatos, e já com agendas para os próximos dias no Norte e Nordeste. As prévias tucanas estão marcadas para 21 de novembro.

“Fico muito feliz com a receptividade por onde passo. Falo de Amazônia, sim, mas também do compromisso fundamental do PSDB com a democracia, acima de tudo, com a recuperação econômica do país, com a necessidade de voltar a dar esperanças ao povo, de um país livre, democrático, saudável e com expectativas e esperanças para seu povo”, finaliza Virgílio.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta