Após apagão, vereadores cobram CPI da Amazonas Energia, mas David Reis dá de ombros

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

Depois do “apagão” ocorrido em vários bairros de Manaus no último final de semana, alguns vereadores voltaram a cobrar a instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito para investigar a atuação da empresa Amazonas Energia, mas o presidente da Câmara Municipal de Manaus, David Reis (Avante) não parece nada disposto a atender ao anseio, que não é apenas dos parlamentares, mas de toda a sociedade. Até agora a Procuradoria da Casa não se manifestou sobre o assunto e o vereador Rodrigo Guedes (PSC), que propôs a CPI, está apelando a outros órgãos públicos para tentar penalizar a concessionária.

“Manauaras ficaram no apagão e isso não pode acontecer. A Amazonas Energia, mais uma vez, demonstra, de uma forma muito clara, o desserviço que presta à sociedade manauara. Por isso que propus a Comissão Parlamentar de Inquérito [CPI], porque ela não se corrige, não tem jeito, é uma empresa que não tem compromisso nenhum e precisa ser penalizada”, reclamou Guedes. O vereador entrou com uma representação pública na Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM), no Ministério Público do Estado do Amazonas (MPAM) e no Instituto de Defesa do Consumidor (Procon-AM) contra a empresa concessionária de distribuição de energia elétrica.

“Chega do tempo de desrespeito e desserviço da Amazonas Energia com a população de Manaus. Foi uma falha da própria empresa e a sociedade precisa ser ressarcida imediatamente, por esse dano moral coletivo”, destacou o vereador

Até um time amazonense que pretendia disputar, com chances, o acesso à elite do Free Fire nacional foi prejudicado pelo “apagão” e não conseguiu sequer jogar, o que frustrou os planos dos jogadores em uma competição que distribui milhões de reais.

Comandando a Câmara de costas para a população, David Reis sequer responde aos questionamentos.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta