Amazonino vai colocar tenente-coronel para comandar Segurança, quebrando hierarquia da PM

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

O vice-governador e secretário de Segurança, Bosco Saraiva (SD), anunciou há pouco que sairá da pasta na quinta-feira, juntamente do secretário-Executivo, coronel PM Amadeu Soares Júnior, para se viabilizar na disputa eleitoral. Segundo ele, o substituto será o tenente-coronel Anézio Brito de Paiva. No lugar de Amadeu, assume a delegada Juliana Tuma, atualmente titular da Delegação Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente.

A decisão cria uma quebra de hierarquia na Polícia Militar, já que um militar de patente inferior será colocado em um posto de comando, ao qual ficará subordinado um coronel PM, no caso David Brandão, que continuará à frente da corporação.

A nomeação sofre duras críticas dentro da tropa, não apenas pela quebra de hierarquia, mas também pelo histórico do novo titular da SSP, que é considerado até um bom técnico, mas sem passagem por nenhum posto mais avançado, de rua. 

De acordo com Bosco Saraiva, a mudança foi acertada com o governador Amazonino Mendes. “Serão as únicas alterações que ocorrerão na Secretaria de Segurança por força da lei eleitoral. Fora isso, não haverá nenhuma alteração. Atendi, ontem, o pedido do governador Amazonino Mendes para seguir. Na qualidade de vice-governador continuarei dando seguimento ao projeto que fizemos para 2018, com a implantação dos serviços que temos de implantar”, disse ele, insinuando que continuará mandando na pasta.

Paiva trabalhou na equipe de transição do governador, após a eleição suplementar do ano passado. Também ajudou Soares a implantar o Ronda nos Bairros, na administração de Omar Aziz.

Ultimamente vinha atuando como direto de orçamento da própria SSP.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta